Primeira Tradução.

Caros amigos, como anunciado, iniciámos a tradução gradual das nossas páginas/menus. Esta foi a tarefa desta manhã, pois com a chuva a cair a potes só nos restou trabalhar dentro de casa. Atenção que não somos peritos em traduções nem dominamos completamente a língua. De qualquer forma estamos a dar o nosso melhor para conseguirmos passar a mensagem! 😉

Esta é a nossa primeira página traduzida:

https://permabio.wordpress.com/quemsomos/

Portugal-Flag-iconUnited-Kingdom-flag-icon

As Nossas Velas de Cera de Abelha vs Velas de Parafina Convencionais.

A queima de velas de parafina tem levado muitas pessoas a reconsiderarem a utilização de velas feitas de materiais mais antigos e mais tradicionais.

A Parafina deriva de uma substância cerosa retirada do petróleo. Tornou-se mais amplamente usada devido ao custo inferior que apenas satisfaz os lucros das empresas ou artesãos que as fabricam.

Ora, como não basta ser um derivado do petróleo depois ainda é colorida e perfumada com químicos sintéticos.

A Parafina queimada apresenta graves riscos para a saúde, nomeadamente problemas cancerígenos ou respiratórios como é o caso da pneumonite. É responsável por libertar fuligem que é conhecida como fumo negro, rica em produtos químicos tóxicos (toxinas) , como naftaleno, metiletilcetona, tolueno e benzeno. Outras toxinas queimadas incluem ftalatos, chumbo, formaldeído, acetaldeído e acroleína.

Na verdade, as emissões de parafina são semelhantes ás produzidas pela queima de combustível diesel. A referida fuligem fica agarrada a paredes, dispositivos electrónicos e outras superfícies em casas. A poluição gerada representa um risco de saúde porque pode penetrar profundamente no pulmão para causar a doença.

Cera de abelha é uma das formas mais antigas de cera usada para velas. É uma substância natural produzida pelas abelhas com o auxílio de oito glândulas ceríngeas localizadas no lado ventral do abdômen das operárias. Esta substância, quando submetida a queima, tem a capacidade de produzir iões negativos (partículas responsáveis pela limpeza do ar e pela preservação de uma energia positiva e tranquilizadora).

IMG_0673

Novo Conjunto de Produtos.

Durante o dia de ontem, estivemos o dia todo a preparar novos produtos: sabonetes, bálsamos e velas de cera de abelha.

Sabonetes de Eucalipto:
Anti-séptico, bactericida, desodorizante, anti- inflamatório, analgésico, refrescante e revitalizante. Indicado no tratamento de dores reumáticas e musculares, nevralgias. Acelerador de cicatrização.

Sabonetes de Tangerina e Canela:
Hidratante, suave e emoliente. Mantém a humidade, a maciez e a elasticidade natural da pele. Rico em óleos essenciais, hidratante e nutriente, anti-inflamatório e tónico, estimulante dos sentidos, anti-séptico, anti-espasmódico e facilitador da circulação sanguínea. Suave e eficaz em todo tipo de peles e idades.

Bálsamos de Calêndula:
Hidratante, suave e emoliente, sem aditivos ou conservantes, mantém a humidade, a maciez e a elasticidade natural da pele. Adstringente, analgésico, anti-alérgico, anti-espasmódico, anti-inflamatório, anti-séptico, anti-viral, bactericida, calmante, cicatrizante, emoliente, sudorífico e tonificante da pele. Trata acne, assaduras, dermatites, feridas, foliculite, frieiras, fungos e psoríase

Velas de Cera de Abelha:
Cera de abelha é uma das formas mais antigas de cera usada para velas. É uma substância natural produzida pelas abelhas com o auxílio de oito glândulas ceríngeas localizadas no lado ventral do abdômen das operárias. Esta substância, quando submetida a queima, tem a capacidade de produzir iões negativos (partículas responsáveis pela limpeza do ar e pela preservação de uma energia positiva e tranquilizadora).

IMG_0899
IMG_0898
IMG_0904
IMG_0901

Cortador de Sabonetes Manual.

Andamos a estudar novos formatos de sabonetes para serem disponibilizados para espaços de turismo rural que se identifiquem com o nosso conceito de ecologia e sustentabilidade. Estes sabonetes poderão ser personalizados de acordo com as características de cada espaço que os pretender ter disponíveis para os seus clientes. Essa dinâmica envolve uma produção mais frequente e mais rápida, no que diz respeito a moldes e sistemas de corte.

Existem vários tipos de cortadores, e para vários preços. Por cá, não poderíamos deixar de criar o nosso próprio cortador manual. Foi o que andámos a fazer hoje a par de algumas sementeiras de abóbora e feijão.

Ora, sigam o processo:

IMG_0884 copy
IMG_0888
IMG_0891
IMG_0894
IMG_0895

Em Breve / Coming Soon

Em breve teremos as páginas principais do nosso blog  e o catálogo de produtos traduzidos em Inglês para desta forma podermos expandir o projecto e chegarmos a todos os leitores internacionais.

Até breve! 😉

Permabio

———-

Soon You’ll find the main pages of our blog and the product catalog translated in English in order to expand our project and reach all international readers.

See you soon! 😉

Permabio

unnamed

Pretas Lusitânicas – Actualização

As nossas meninas estão cada vez mais espertas mas também mais mal comportadas! Felizmente sabem que nunca irão acabar no prato de ninguém! 😉 Têm ajudado a gerir o seu espaço e ao mesmo tempo dão uma ajuda a preparar o material a ser incorporado no compostor.
Temos vindo a ponderar encontrar um macho para termos pequenotes cá no espaço, mas tanto a agressividade como o barulho desse possível futuro habitante deixa-nos hesitantes. Temos de informar-nos melhor.

IMG_0879

Mais informações sobre esta raça autóctone:
http://www.amiba.pt/index.php?idm=22

Mercado das Bagageiras em Colares – 30 Mar.

Caros amigos, a Permabio regressa no próximo domingo, 30 de Março ao “Mercado das Bagageiras – Mercado de Primavera”. Teremos disponíveis os habituais Sabonetes, Bálsamos e Velas de Cera de Abelha. Todos os Produtos são Naturais, Ecológicos e Sustentáveis com matéria-prima Local e proveniente de Comércio Justo.

Venham visitar-nos das 10h30h às 18h, em Colares, para conhecerem o nosso projecto e se possível, contribuir para que o mesmo se mantenha vivo e evolua.

O conceito da troca é igual ao que se usa, frequentemente, nos Países Nórdicos e em Inglaterra, chamado de CAR-BOOT Sale. A bagageira do nosso automóvel é a banca onde se colocam os artigos.

Página do Evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/727162173982920/

1185125_486452281476913_1461186229_n

Preparando “as Três Irmãs”.

No nosso espaço, vamos utilizar uma técnica ancestral que já era conhecida pelos nativos norte americanos. É conhecida como “as três irmãs”, onde o milho, o feijão e a abóbora são plantados juntos e intercalados para obtermos variados benefícios.

O milho servirá de suporte estrutural ao feijão que o vai trepar. Ao mesmo tempo servirá de abrigo a insectos predadores que se alimentarão de possíveis agressores ao feijão.

O feijão fixará nitrogénio no solo, para que no próximo ano o milho o possa utilizar, visto que o milho necessita desse nutriente em quantidade. Ajudará também a planta do milho a ficar mais estável na sua conexão ao solo protegendo de ventos mais fortes.

A abóbora cobrirá o solo com as suas folhas, protegendo o solo contra a perda de humidade e controlando o crescimento de outras plantas rasteiras indesejadas. Ao mesmo tempo servirá de abrigo a insectos predadores que se alimentarão de possíveis agressores ao feijão e ao milho.

Só vantagens! 😉

IMG_0866
IMG_0863
IMG_0864

Para saberem mais podem consultar a seguinte ligação em Inglês:
http://www.reneesgarden.com/articles/3sisters.html

Continuação dos Canteiros.

Esta semana continuamos a tratar dos canteiros exteriores do nosso espaço. Vamos trabalhando à medida que vamos conseguindo cartão e palha.

Visto que estamos dependentes da chegada ou não destes recursos ao nosso espaço, o processo decorre ao longo do tempo e não num momento exacto como seria de desejar. De qualquer forma está tudo a ficar com óptimo aspecto e temos já bastantes plântulas para ocuparem esses canteiros.

IMG_0850
IMG_0859
IMG_0851
IMG_0855

Ostara – Festa da Fertilidade

“Pela primeira vez no ano o dia e a noite se fazem iguais. É, portanto, uma data de equilíbrio e reflexão. Os dias escuros se vão, e a terra está pronta para ser plantada. É quando o Deus e a Deusa se apaixonam, e deixam de ser mãe e filho. Nessa data, a semente da vida é semeada no ventre da Deusa, a Donzela revigorada e cheia de vida e alegria. O Deus é devidamente armado para sair na sua viagem ao mundo das trevas e reconquistá-lo, para que posteriormente a luz volte a reinar. Ostara é o Festival em homenagem à Deusa Oster, senhora da Fertilidade, cujo símbolo é o coelho. Foi desse antigo festival que teve origem a Páscoa.”

in http://carlalindolfo.wordpress.com/tag/equinocio-de-primavera/

ostera

http://pt.wikipedia.org/wiki/Eostre

Novos Bálsamos de Alecrim – Mar.

Hoje realizámos mais um conjunto de Bálsamos de Alecrim.

Bálsamo de Alecrim (40ml):
Hidratante, suave e emoliente.
Mantém a humidade, a maciez e a elasticidade natural da pele.
Rico em óleos essenciais, hidratante e nutriente, anti-inflamatório e tónico, estimulante dos sentidos, anti-séptico, anti-espasmódico e facilitador da circulação sanguínea.
Suave e eficaz em todo tipo de peles e idades.

Para colaborarem com a Permabio neste projecto de vida, poderão encomendar os nossos produtos através do contacto: permabio@hotmail.com

Todos os produtos: Catálogo de Produtos (PDF)

IMG_0834

Tampa do Nosso Forno Solar.

Durante a manhã de hoje a tampa do nosso forno solar foi rectificada e fixada. Foram necessários alguns ajustes com o formão, a lima e a lixa para tudo bater certo. A ajuda de um bom esquadro metálico revelou-se essencial! 😉
Só falta encontrarmos uma pega que se adeqúe à nossa necessidade para este nosso conceito. Em breve, iniciaremos a construção da caixa do forno.

IMG_0829
IMG_0830
IMG_0831
IMG_0833
IMG_0832

Permabio no Urban Market – Alta de Lisboa.

Caros amigos, estaremos presentes este sábado no Urban Market da Alta de Lisboa, com os nossos Sabonetes, Bálsamos e Velas de Cera de Abelha. Produtos Naturais, Ecológicos e Sustentáveis cuja matéria-prima é Local e proveniente de Comércio Justo.

Venham visitar-nos das 11h às 16h, conhecer o nosso projecto e se possível, contribuir para que o mesmo se mantenha vivo e evolua.

O Urban Market situa-se no Parque Vale Grande (Parque Oeste), ladeado pela Av. Nuno Kruz Abecassis e a Rua David Mourão Ferreira. Já no Parque, o Mercado situa-se junto ao passadiço e ao Oeste Quiosque.

Página da Feira: https://www.facebook.com/UrbMarketAlta

1383906_599704446759614_1617576895_n 

Evolução na Estufa.

Hoje foi dia do Artesão e Dia do Pai pelo que não realizámos nenhuma tarefa específica que pudéssemos documentar. Deixamo-vos apenas algumas imagens de como está o processo evolutivo na maturação das espécies que estão na nossa mini-estufa.

Novos Conjuntos Naturais, Artesanais, Ecológicos e Sustentáveis.

Ainda durante o dia de hoje procedemos ao fabrico de mais produtos Naturais, Artesanais, Ecológicos e Sustentáveis. Sabonetes de Alecrim e  Bálsamos de Alfazema.

Para encomendas contactem-nos em: permabio@hotmail.com

Sabonete de Alecrim (90gr)
Anti-séptico, anti-depressivo, alivia reumatismos e dores musculares, aplicado sobre a pele tem efeito térmico e ao conduzir o sangue para a superfície ajuda a tratar a inflamação e cura feridas que necessitem cicatrização. Pode ser usado em golpes, feridas, herpes, frieiras, escaldaduras e queimaduras.

IMG_0813

Bálsamo de Alfazema (40ml)
É analgésica, anti-bacteriana, anti-depressiva, anti-inflamatória, anti-séptica, sedativa e sudorífica. Utilizado na cicatrização de feridas, queimaduras, picadas de insecto, eczemas, dermatites e psoríases e acne.

IMG_0812

Pormenores da Horta/Jardim – Março.

Hoje decidimos meter na terra algumas plântulas de milho que germinámos no nosso espaço. Enchemos mais duas covetes de germinação com milho que ficaram na estufa a desenvolver novas plântulas. A taxa de sucesso será muito alta pois procedemos à germinação prévia antes de os colocarmos nas covetes de germinação com terra. Assim poupamos tempo e espaço! 😉

IMG_0814
IMG_0815

Entretanto deixamo-vos algumas imagens do progresso das espécies que temos vindo a plantar.

Aquecimento e não só… a Lenha.

Há um ano atrás, acendíamos pela primeira vez a nossa salamandra. Deste então tem-se revelado um dos melhores investimentos que fizemos ao equiparmos o nosso espaço. Não só aquece a tenda nas noites mais frias, como também permite que a utilizemos como fogão e forno. Utilizamos a placa vitrocerâmica para cozinhar, fazer café ou chá e utilizamos o forno para cozinhar, fazer pão, biscoitos, bolos ou granola. Além destas funções ainda temos a salamandra preparada para ser conectada ao sistema de aquecimento de águas sanitárias. Ainda não procedemos a essa instalação devido a custos imediatos, mas no próximo inverno contamos ter o problema solucionado.

IMG_5390
IMG_5431
IMG_5438
IMG_5440