Organização de Espaço / Gestão de Cabos

Durante o dia de hoje, estivémos a tratar de organizar e gerir os já velhinhos mas estimados aparelhos electrónicos que nos acompanham há bastantes anos, anteriores inclusive ao projecto Permabio. Computador, cabos, fontes de alimentação, disco externos, e tudo o mais necessário ao trabalho do Génio da Maçã. A organização dos espaços é crucial quando se pretende maximizar a área útil dos conceitos móveis, especimente quando se aposta na verticalidade, modularidade e portabilidade dos conceitos. Criámos, apenas com material reutilizado, uma consola personalizada portátil e móvel, com todos os componentes, incluíndo computador de baixo consumo, placa de rede sem fios, discos externos, doca externa e ainda uma extensão com quatro saídas e protecção contra picos de corrente, caso decorra no futuro, algum problema com o inversor de corrente do nosso sistema fotovoltáico.

Doação de Ferramentas Antigas

Durante a parte da tarde de ontem estivémos a limpar ainda superficialmente, ferramentas antigas de marcenaria, que uma avó do coração nos ofereceu!

São ferramentas de outro tempo, com uma qualidade inigualável e que estavam guardadas num saco há mais de 28 anos. Vamos restaurá-las e dar uma nova vida a estas peças com história e valor sentimental, para agora as utilizarmos nas nossas criações!  Obrigado vizinha Florbela! 😉

Quem tiver ferramentas manuais antigas que estejam por aí perdidas ou abandonadas, lembrem-se de nós, que temos todo o gosto e interesse em dar-lhes uma nova vida e utilizá-las para um bom fim no nosso projecto de ecologia! 😉

Alimento, Vedação, Quebra Vento ou Lenha

Ontem andámos de volta da plantação de árvores perto de um muro que nos expõe a ventos de norte e num espaço de onde continuamos a purgar lixo que se encontra debaixo do solo. Tivémos de retirar os restantes bacelos que estavam enterrados e interlaçados por todo o lado e o lixo que aos poucos vamos eliminando. Depois foi uniformizar o solo, adicionámos uma laranjeira, uma nespereira e dois miopóros intercalados para crecimento como vedação, quebra vento e lenha. Entretanto queremos adicionar mais árvores de fruto para fechar o espaço e produzir alimento a longo prazo. Nesta área de muro, neste momento, já temos um limoeiro, uma tangerineira, duas nespereiras, uma laranjeira e dois miopóros.

 

Mala Térmica, Plantas, Pão Chapati e Cozinha Exterior

Nos últimos quatro dias e depois do workshop personalizado em família, temos estado ocupados com diferentes tarefas, desde a desmoldagem / cura de sabonetes, à limpeza e recuperações de objectos, petiscos gastronómicos e também à remoção de bacelos velhos do solo.

O nosso amigo Melo sabendo que o nosso sistema eléctrico funciona a 12v, ofereceu-nos uma antiga mala térmica que pode ser alimentada tanto a 220 como a 12 volts. Tratámos de a recuperar, limpando e testando o aparelho, que embora aparentemente em bom funcionamento e a consumir apenas 30w, não estamos a conseguir gerar frio. Temos de continuar os testes e verificar se todos os componentes estão a 100%.

A nossa amiga Ana ofereceu-nos mais umas espécies para adicionarmos ao nosso espaço. Funcho, Salva, Rosmaninho, Alfazema, Alecrim, uma espécie de Sardinheira com flor comestível, Artemisia e Miopóros para vedação viva de crescimento rápido e quebra vento. Ainda hoje ou amanhã vamos continuar com as plantações. A cada dia que passa este Jardim / Horta/ Bosque comestível está mais completo e com mais espécies, todas elas a evoluir e a desenvolverem-se a olhos vistos! 😉

No campo gastronómico, tivemos a oportunidade de fazer pães indianos chapati, com farinha bio e sem fermento, Ficaram uma maravilha! 😉

Durante a manhã de hoje andámos em limpezas e a libertar espaço para inaugurar a utilização de verão do nosso telheiro / cozinha exterior com todos os seus espaços de circulação desimpedidos e em funcionamento. Durante parte da tarde de hoje andámos de volta de velhos bacelos que estavam a impedir a circulação pelo espaço e também a limitar o acesso aos muros e à tubagem de distribuição de água, na zona da futura horta e capoeira.

 

Actividades em Família

Durante o dia de ontem recebemos um casal de amigos e os três filhos para um dia de convívio e actividades relacionadas com auto-suficiência, ecologia e sustentabilidade, como parte da nossa oferta de serviços cujo investimento contribui directamente para o desenvolvimento do nosso projecto. Iniciámos as boas vindas com uma visita aos novos conceitos e espaços do projecto, seguida de um almoço partilhado onde degustámos várias iguarias alternativas acompanhadas de limonada da horta, guardando para a sobremesa, biscoitos bio de espelta e cenoura e cacao quente biológico! 😉

Depois de recolhida e lavada a loiça e um momento de pausa pós-almoço, iniciámos as actividades da tarde com uma oficina personalizada de fabrico de sabão de azeite biológico. Ainda construímos um fogão foguete com tijolo refractário, recolhemos ramos para acender o mesmo e preparar o chá do lanche. Por fim lanchámos e estendemos a conversa e troca de experiências pela tarde e noite fora! 😉

Com eles levaram boas recordações, momentos especiais em família, conhecimento, reconhecimento e validação pelas suas opções e forma de estar, plantinhas para a sua horta, caracóis bio aqui do terreno e principalmente a nossa amizade! 😉

Este é um casal especial, que esteve presente e auxiliou o nascimento da nossa menina e cuja amizade se prolongou para além do serviço que nos prestaram há quase um ano. O nosso exemplo juntamente com outros exemplos e as suas crenças pessoais, contribuíram para que neste momento estes amigos estejam a realizar o seu próprio percurso de transição, juntamente com os filhos e ontem foi motivo de celebração, troca e convívio em torno dos nossos estilos de vida conscientes! Obrigado amigos, esperamos ter-vos ajudado mais um pouco nesta caminhada, obrigado pela vossa partilha e entrega. Cá vos esperamos para mais aventuras no mundo da ecologia, sustentabilidade e petiscada! LOL 😉

P.S. – Hoje durante o almoço, já deram ao dente com o petisco que cá apanharam ontem! 😉

Oficina em Família, Sabonetes, Serradura e Biscoitos

Durante o dia de ontem e hoje estivemos a limpar e a arrumar os nossos conceitos móveis, preparando a visita e convívio de amanhã numa oficina personalizada em família com um casal de amigos e os três filhos. Os vários ingredientes e materiais estão a postos para algumas actividades de enriquecimento pessoal, relacionadas com um estilo de vida ecológico e em harmonia com a natureza. Está programada a visita ao espaço e aos diferentes elementos, um almoço partilhado, uma oficina de sabonetes de azeite, uma actividade de agricultura onde procederemos a cobertura de solo com aparas de madeira recolhidas localmente, propagação de plantas aromáticas, entre outras.

Ontem realizámos um conjunto de sabonetes maravilhosos de azeite e canela para o nosso uso pessoal e que os nossos amigos poderão levar consigo depois da oficina que está programada. Desta forma poderão também ver o desenformar e a sequência de trabalho depois do sabonete solidificar e iniciar o seu processo de cura ao ar.

Fomos ainda recolher aparas de madeira da carpintaria local que foram utilizadas nos nossos sistemas sanitários e na wc de apoio ao abrigo hobbit que os nossos visitantes poderão utilizar. Parte das aparas recolhidas será utilizada na cobertura dos diferentes canteiros que ontem foram nutridos com composto e erva acabada de cortar.

Temos chá e biscoitos bio à vossa espera! Até amanhã amigos! 😉

Cobertura de solo e composto

Aproveitámos o tempo farrusco de hoje, para passar o dia na rua a tratar de alimentar as nossas espécies com composto e cobrir o solo ao seu redor com matéria cortada para manter a humidade e alimentar as plantas a médio prazo. Continuamos com a saga que recolocar algumas espécies que não ficaram plantadas num local propício durante o workshop de dia 30, mas a cada dia que passa tudo se está a compor. Aproveitámos para fazer novas mudas e preparar mais espécies para incorporarem o nosso sistema.

Ainda finalizámos um dos pontos de água reutilizando peças que tinhamos recolhido anteriormente, permitindo chegar com a mangueira a todo o lado, facilitando a rega e futuramente a alimentação do lago.

Depois do trabalho feito, foi altura de regar, tomar um banho de água quente a lenha e preparar as actividades dos próximos tempos! 😉

 

Cama Final no Abrigo Hobbit

Depois de alguns meses e após o investimento de amigos do projecto nos nossos serviços, foi agora possível adicionar no abrigo hobbit, duas camas individuais dobráveis, que quando juntas formam uma perfeita cama de casal. Quando não estiverem em utilização, dobram-se e ficam juntas à parede para dar espaço a outras utilizações do nosso conceito móvel. Nos próximos meses iremos dedicar os nossos esforços no sentido de concluir o chuveiro exterior com aquecimento solar e se possível complementado por um sistema a lenha. Desta forma poderemos receber e ajudar mais amigos que estão em transição e que pretendem vir aprender mais sobre um estilo de vida ecológico e em harmonia com a natureza. Obrigado a todos os que acreditam em nós e nos possibilitam continuar a fazer este sonho evoluir! 😉

IMG_0834IMG_0836

Recuperação de dados, iPod e Macbook

Durante o dia de ontem e a manhã de hoje, estivemos a resolver vários problemas de apoiantes do nosso projecto. Recuperámos dados há muito perdidos num disco de um antigo iMac e que segundo a informação que tinham dado ao proprietário, não havia possível recuperação. Além de termos resolvido o problema devolvemos memórias e documentos que se julgavam perdidos para sempre.

Durante o fim da tarde e parte da noite, restaurámos um iPod que estava condenado a ser um bonito pisa papéis para sempre, depois de uma situação propositada por parte de alguém que decidiu brincar com um bug do OS. Como se não bastasse, este iPod já não dispunha de um botão power activo que permitisse ligar a máquina quando se encontrava sem bateria ou até fazer um restauro de software. Com mais uma magia do Génio, resolvemos a situação e está pronto a configurar como quando sai de fábrica.

Durante a manhã de hoje ajudámos outro apoiante do projecto que teve azar e não lhe correu bem o upgrade para o OS mais recente, deixando o computador de arrancar, não permitindo qualquer instalação. O Génio mais uma vez resolveu a situação, instalou, configurou e optimizou o OS para esta máquina e procedeu também a uma limpeza interna que devolveu anos a esta máquina. Rapidamente e em poucos dias contribuímos para a extensão da utilização de várias máquinas contrariando a sociedade de consumo e a obsolescência programada! 😉

iPod:

Macbook ANTES:

Macbook DEPOIS:

Dias de Chuva e Vento

Durante os últimos dias de chuva e vento, temo-nos dedicado mais a reparações e a actividades no interior, aguardando ansiosamente pela próxima sexta-feira para continuarmos a aplicar as nossas energias na continuação da construção do nosso projecto de sustentabilidade ambiental já no exterior quando o sol voltar para ficar! 😉

Hoje, como troca pelos nossos serviços de formação individuais a uma amiga e apoiante do projecto, foram-nos dados alguns acessórios para reutilizarmos e restaurarmos, incluido um teclado.  Para quem os utiliza todos os dias e julga que estão dignos de ser utilizados, desengane-se. Os teclados são dos maiores focos de doenças que existem. Partículas de comida, pelos, unhas, e pó acumulam-se nas ranhuras provocando a falha de certas teclas podendo tornar o mesmo completamente inutilizável. Germes alimentam-se deste tipo de partículas, pelo que estes acumulam-se e desenvolvem-se. Se lhes for permitido esse desenvolvimento, a probabilidade do seu utilizador ficar doente com maior facilmente, sobe exponenciamente. Como uma das éticas do nosso trabalho é o cuidar das pessoas, este foi o trabalho de restauro e limpeza que efectuámos hoje:

ANTES:

DEPOIS:

Macbook às Peças!!!

Durante o dia de hoje fomos até Lisboa reparar um macbook pro com 10 anos, que para além de esquecido num canto e desligado há imenso tempo, foi abusado por curiosos e pela própria proprietária que insistiu em querer substituir o teclado e a tampa respectiva por iniciativa própria, sem conhecimentos e sem ferramentas adequadas.

Como era de esperar, tanto os apoios como os parafusos e sistemas de encaixe ou estavam partidos ou dobrados, impossibilitando a montagem e o fecho da máquina. O chassis do computador estava torto, a tampa do teclado também, inúmeras teclas tinham apoios, borrachas e teclas partidas. No interior da máquina encontrei peças partidas do teclado, partes de apoios partidos, fora os pêlos e os mosquitos mortos.

Quando nos foi entregue a máquina de manhã, seguia às peças, portanto desmontada, dentro dum saco de papel com o carregador todo enrolado e amontoado, com um saquinho de parafusos e peças pertencentes aos encaixes de algumas teclas. Uma autêntica dor de cabeça e um pesadelo até para um génio que realiza desejos, mas ao mesmo tempo um grande desafio.

Iniciámos o trabalho limpando e endireitando os componentes, tentando aproximar os encaixes e o chassis do seu estado original, seleccionámos, identificámos e distribuímos os parafusos pelos locais possíveis de encaixe ou onde ainda estava presente o ponto de apoio do respectivo parafuso.

Procedemos à limpeza profunda dos componentes e espaços do chassis onde estes assentam, bem como a limpeza interna e externa da ventoinhas.

Passámos para o upgrade físico, dotando a máquina com 2Gb, o dobro da RAM original e adicionando um SSD de 240gb com o OS mais recente suportado que neste caso é o Mac OSX 10.6 Snow Leopard. Depois de instalado o OS, passámos à fase de actualizações o optimizações de software, onde acabámos por migrar os dados do disco antigo para este novo ssd. O antigo disco HDD interno já estava nas últimas e foi colocado numa caixa externa USB3, revelando barulhos no interior e recusando-se a montar o volume. Com uns truques de génio, lá conseguimos montar o volume e salvar os dados migrando-os ao mesmo tempo para as novas localizações na nova instalação. Testadas as ventoinhas, a luz traseira do teclado, o trackpad e respectivo botão, foi altura de fechar a máquina, dar uma última limpeza exterior e devolvê-lo à proprietária.

Recomenda-se a substituição da bateria, a utilização de um teclado externo como forma de contornar a disfunção ou falta de algumas teclas no teclado integrado e o cabo de rede conectado pois com tanta mexidela, o Airport também deu o berro.

Recomenda-se acima de tudo, não mexer quando não se sabe o que se está a fazer.

Só para terem a noção, depois do trabalho realizado esta máquina com 10 anos ficou em perfeito funcionamento, a arrancar o sistema operativo em 14 segundos e a correr todo o tipo de páginas web, apps e serviços actuais. 😉

ANTES:

DEPOIS:

Macbook Pro e iPhone 6s

Hoje tratámos de duas máquinas da mesma proprietária.

1º Equipamento – Late 2011 Macbook Pro 13’’ Core i7 – Esta é a 4ª intervenção realizada nesta máquina. Desta vez o computador estava a atingir uma temperatura extremamente elevada, a provocar throttling no processador visto que estava a exigir quase 400% de CPU e a atingir os quase 95º de temperatura no sensor. A continuação desta situação em poucos minutos ou horas poderia conduzir a uma motherboard frita. Foi detectado o processo responsável, o qual não permitia ser terminado de forma alguma, continuando a temperatura a subir gradualmente mesmo com as ventoinhas a trabalhar ao máximo da sua rotação. Com uns pózinhos mágicos do génio foi possível a remoção de um ficheiro de arranque que estava a provocar a situação. Decidimos ainda remover o Java e o Flash que continuam constantemente a fabricar problemas nos sistemas operativos actuais e que são em 2016 peças de software completamente ultrapassadas. Reparámos ainda conflitos de software relacionados a conta de iCloud partilhada entre iphone, ipad e macbook. Desta vez procedemos apenas a uma limpeza interna simples, visto que o macbook tinha pouca sujidade. Actualizámos o sistema operativo com os últimos updates. Recomenda-se o Upgrade para o Mac OSX El Capitan para uma melhor compatibilidade entre o iPhone6s e o Macbook Pro.

2º Equipamento – iPhone 6S – A proprietária, na configuração inicial do aparelho registou incorrectamente o código de acesso ao painel inicial e depois de um reboot, não conseguia aceder ao telefone pois o código aparecia sempre como incorrecto. Pelo iTunes não era possível aceder pois o código de acesso continuava a ser solicitado. O Génio tratou de o forçar a restaurar ao estado de fábrica, possibilitando então realizar uma nova configuração inicial. Ao mesmo tempo que o fez, procedeu à actualização para a versão de firmware mais recente. De seguida foi altura de descortinar e configurar os diferentes serviços e emails/passwords activados para os apple id’s tanto do telefone como do macbook, configurar o facetime e todos os serviços partilhados tanto no iphone como no macbook.

Antes:

Depois:

iPhone:

Mudas e XXIII Jornadas Profissionais da EPRM

Esta tarde, fomos convidados a participar nas XXIII Jornadas Profissionais da Escola Profissional de Rio Maior. Estivemos presentes como assistentes e oradores numa partilha de experiências do núcleo de energias renováveis onde fomos capacitados com o processo caseiro de produção de biodiesel e onde apresentámos parte da nossa visão e trabalho com o projecto Permabio. Ao mesmo tempo fizemos novos amigos e devido a interesses em comum ficou na mesa a possíbilidade de futuras parcerias na área das energias alternativas aplicadas ao contexto do nosso projecto! 

Durante a manhã ainda aproveitámos para explorar as zonas limítrofes do terreno, continuando ao trabalho de purga de lixo que já dura há mais de um ano. No processo encontrámos dois Loureiros de tamanho considerável que não iriam conseguir desenvolver-se correctamente nos locais onde os encontrámos devido a alguns condicionamentos, pelo que decidimos transplantar um deles directamente para a terra para agir no futuro como quebra-vento e outro temporariamente para um vaso enquanto não decidimos a sua localização definitiva.

13124675_1192554887443593_9042585342787887872_n

IMG_3441

Em Casa de Ferreiro…

Durante o dia de hoje procedemos à limpeza de Primavera da nossa máquina de trabalho, para mostrar que em casa de ferreiro… NÃO HÁ espeto de pau! 😉 Depois um inverno frio e chuvoso, uma primavera agora quente e a viver num terreno, era de esperar encontrar partículas de lã, pó e fuligem da salamandra, no interior da nossa máquina principal. Embora façamos manutenções e limpezas regulares nos nossos equipamentos, nem nós escapamos a alguma sujidade no interior dos mesmos. Isto prova que deverá ser feita uma intervenção em qualquer máquina, pelo menos de 6 em 6 meses.

Antes:

Depois:

Descanso, Praia e Plantações

Esta semana decidimos desacelerar um pouco o ritmo para nos focarmos nas próximas fases e etapas do projecto. Estamos a aproveitar para descansar um pouco mais, principalmente logo depois do almoço, na hora da sesta da nossa menina! Ontem de manhã cedo foi o seu primeiro momento de praia onde experimentou a areia e a água do mar! 😉 Durante a tarde modificámos algumas das plantações que foram feitas no workshop de Sábado, adicionámos outras árvores de acordo com as nossas necessidades e aproveitámos para fazer algumas propagações.