Sabonetes Curados

Após algum tempo de ausência nesta área, estamos de novo com pequenas quantidades de sabonetes Permabio disponíveis para os apoiantes do projecto. Os já conhecidos de Azeite e Eucalipto em forma de coração e os novos de Azeite e Canela, em formato redondo, sem embalagem, ou seja ainda mais ecológicos.

Nas próximas semanas, estarão curados novos conjuntos de Calêndula, de Tangerina/Canela e novos apenas de azeite, em formato redondo, sem embalagem. Assim que possível vamos fazer novos sabonetes esfoliantes de Aveia.

Os bálsamos e velas estão todos(as) disponíveis! 😉

Mais informação sobre as propriedades dos nossos produtos:
https://permabio.wordpress.com/sabonetes-soaps/
https://permabio.wordpress.com/balsamos-de-azeite-olive-oil-balms/
https://permabio.wordpress.com/velas-de-cera-de-abelha-beeswax-candles/

Para encomendar e consultar os investimentos éticos:
https://permabio.wordpress.com/encomendas-online/

IMG_4928

Bancada de Génio a 12v e Chuveiro Exterior

Durante os últimos dias fizemos um upgrade apenas com material reutilizado e que recuperámos recentemente na bancada de trabalho do génio da maçã tornando 98% dos aparelhos conectados ao sistema solar 12v e desta forma totalmente off the grid. Ainda fomos a tempo de conectar e tornar funcional o chuveiro exterior. Falta apenas proteger a madeira para estender a sua duração e conectar uma torneira misturadora para permitir regular a temperatura da água! 😉

Chuveiro Exterior

Nos últimos dois dias decidimos iniciar a construção de um duche “low cost”exterior, (reutilizando o máximo de materiais possíveis) com carácter semi-permanente e para substituir os famosos banhos de mangueira. Com o calor a apertar, são várias as vezes que corremos para debaixo de água. O projecto ainda vai a meio mas já se pode vislumbrar parte do sistema. Este duche terá uma coluna de madeira onde será fixada a torneira misturadora, torneira esta onde será conectada uma saída de água da bailarina a lenha do wc atrelado, ou seja, de verão ou de inverno, de dia ou de noite, será possível tomar banho no exterior com água quente! 😉

Estação de Trabalho e Duches Exteriores

Durante o dia de ontem decidimos realizar algumas alterações ao espaço exterior. Eliminámos ervas junto a uma das paredes mais próximas da nossa wc móvel. Todos os elementos que se encontravam junto a esta parede foram movidos para outro ponto. A estação de trabalho foi limpa e recolocada num local mais protegido e já no espaço da futura horta. Neste espaço, agora livre, será implementado a curto prazo, um duche exterior não provisório para nosso uso pessoal e mais ao lado, a médio prazo, um forno a lenha em COB (argila, areia e palha).

De seguida avançámos para o duche exterior provisório de apoio ao abrigo hobbit e à wc desmontável. Retirámos canas, esculpindo a forma desejada do espaço, adicionámos um estrado de madeira na zona do duche e reutilizámos materiais para criar um lavatório independente com uma pequena cisterna de água por gravidade. Falta ainda adicionar alguns pormenores mas já está completamente funcional! Assim que tivermos possibilidade, gostávamos de preencher todo o chão deste duche com seixo negro e um sistema de passadeira de madeira que o ligue à wc e ao abrigo hobbit. Queremos ainda plantar dentro do duche, espécies que precisem de muita água mas pouca luz. Temos de investigar quais as espécies mais propícias a integrar neste sistema.

Sucesso! ;)

Depois de mais um dia de trabalho de volta do antigo powermac, conseguimos concluir o cabo adaptador para utilizarmos uma fonte de alimentação actual. Este foi muito mais difícil de construir que o de ontem pois tiveram de ser utilizados diodos e uns truques especiais para ligá-los. Depois de verificadas as voltagens, ligámos a fonte ao cabo adaptador e este por sua vez à Logic Board. A máquina arrancou logo à primeira. Está reparado e a funcionar perfeitamente! 😉

Neste momento está uma apoiante do projecto a receber uma magnífica massagem no abrigo hobbit e o cheiro a flor de sabugueiro anda pelo ar! 😉

Cabo de Alimentação e Fonte Recondicionada

Durante o dia de hoje o Génio da Maçã, concluiu a modificação no cabo de alimentação que permite ligar o Powermac a uma fonte normal ATX. O cabo funciona às mil maravilhas, todas a conexões e voltagens estão a chegar correctamente, mas infelizmente este modelo “Mirror Drive Door” já teve a sua vida útil esgotada. Nada mais há a fazer a não ser disponibilizá-lo a alguém que poderá ainda utilizar peças, componentes, plásticos, trays, cabos e tudo o resto para recuperar outros PowerMac’s G4 Mirror Drive Door.

Quem ficar com ele, pode ainda utilizar a excelente caixa a nível de metais e plásticos para modding ou transformação num Hackintosh, que é um sistema que utiliza componentes PC mas que através de uns pós mágicos permite correr o sistema operativo Mac OSX da Apple de forma não oficial! 😉

Este MDD Já está disponível no OLX em : https://olx.pt/anuncio/vintage-apple-powermac-g4-mirror-drive-door-duplo-processador-IDzkjJZ.html

Nem tudo está perdido, pois desta forma aprendemos a modificar um cabo ATX, a testar voltagens e a ligar uma fonte de alimentação sem estar conectada a um computador. O cabo fica connosco e permitirá no futuro diagnosticar problemas em MDD’s de algum cliente do génio!  Amanhã vamos criar o segundo cabo para ver se conseguimos recuperar o outro modelo, o “Powermac G4 Gigabit Ethernet”. Já lhe conseguimos encaixar e fixar uma fonte ATX recondicionada, agora só falta construir o cabo e testar. Esperamos ter mais sorte com este modelo! 😉

Cabo e instalação no Mirror Drive Door:

Nova fonte encaixada no Gigabit Ethernet:

Último desafio informático

Durante a última semana, temos investido bastante tempo na tentativa de trazer do mundo dos mortos duas máquinas vintage da Apple. Este é um novo desafio, uma oportunidade de aprendizagem e capacitação a nível pessoal, uma adição de novas competências ao leque de ferramentas, um manifesto à obsolescência programada e uma recusa por enviar para um aterro máquinas que ainda poderão voltar a funcionar.

Ambos os Powermac’s estão mortos e apresentam várias anomalias e falha de componentes, inclusive as fontes de alimentação foram desta para melhor. Aos poucos têm vindo a ser isolados todos os problemas e encontradas soluções reutilizando materiais antigos que nos foram cedidos ou que estavam esquecidos na casa dos pais.

Mais uma vez o nosso amigo Melo tem sido impecável ao disponibilizar componentes obsoletos, mas que estão a ser bastante úteis neste processo.

Já se testaram, e estamos no processo de adicionar ou modificar as placas gráficas, as memórias e os discos. Os sistemas operativos já estão actualizados, mas sem fonte de alimentação as máquinas não trabalham, pelo que é imperativo resolver a situação. Como a hipótese de encontrar fontes originais, em segunda mão e a funcionar na perfeição são quase impossíveis, decidimos pôr mão na massa e converter os cabos das fontes originais para poderem funcionar em fontes ATX mais recentes.

Hoje foi dia de organizar, cortar, descarnar, ligar, soldar e proteger os inúmeros cabos codificados por cores dependendo das diferentes voltagens. Este processo ainda não está terminado pois todos os cabos têm posições trocadas e é uma tarefa para ser realizada com calma e atenção redobrada.

Esperamos conseguir devolver vida a estes dois bichos. um Powermac G4 Gigabit Ethernet Duplo processador 500Mhz de 2000 e um Powermac G4 Mirror Drive Door Duplo processador a 1000Mhz de 2002.

Manutenção do Espaço e Utilização de Podas

Durante o dia de hoje limpámos caminhos retirando ervas que estão constantemente a apoderar-se dos mesmos, como é natural. Aqui resolvemos tudo de forma ecológica arrancando-as à mão. Ao mesmo tempo vamos dando cortes de gadanha em alguns locais onde as ervas tenham crescido mais, aproveitando para deixá-las secar no local e utilizá-las mais tarde como cobertura a quando do despejo regular das sanitas secas no compostor. Movemos os fardos de palha para a zona da futura horta, encostando-os ao muro para obterem uma melhor exposição solar e secarem por completo depois das chuvas das últimas semanas.

Aproveitando as podas e ramos secos que recolhemos aqui no espaço, utilizámos um fogareiro que nos ofereceram, para fazer uns grelhados. No final, as brasas ainda permitiram produzir água quente para chá e fazer café! 😉

As cinzas resultantes serão utilizadas no compostor, nos canteiros, ou na produção de lixívia de cinzas! 😉

 

Corte e Cura de Sabonetes Cilíndricos

No fim de semana desenformámos os sabonetes cilíndricos e cortámo-los utilizando o nosso cortador artesanal de madeira e cordas de guitarra! Daqui a 4 / 5 semanas, também estes sabonetes simples de azeite estarão disponíveis para os apoiantes do projecto que os desejarem encomendar, investido desta forma, na evolução do mesmo.

Sabonetes em Cura e Banco de Testes 12v/220v

Temos passado os últimos dias a cuidar do espaço, controlando a altura das ervas e aplicando a técnica do cortar e largar para rapidamente devolvermos nutrientes ao solo. Durante o dia de hoje desenformámos os sabonetes que criámos recentemente, dando início ao processo de cura que demorará entre 4 a 5 semanas. Ainda durante a parte da manhã, criámos com material reutilizado e recuperando um mini banco de testes que permite ao génio da maçã testar a alimentação de máquinas a 220v no nosso sistema fotovoltaico a 12v e também na ficha de isqueiro do automóvel se estivermos fora de casa! 😉

Novos Sabonetes e Chuveiro Exterior

Hoje dedicámo-nos à produção de novos conjuntos de sabonetes. Tangerina/Canela (Com as nossas próprias tangerinas bio) e Calêndula. Daqui a 4/5 semanas terão terminado o seu processo de cura e estarão prontos para serem utilizados. Na próxima semana os de Eucalipto deverão terminar a sua cura e estarão disponíveis assim que anunciarmos aqui na página.

Ainda aproveitámos para reutilizar alguns materiais adicionando uma cabeça de chuveiro com extensão no futuro duche exterior que servirá o abrigo hobbit. Este projecto de chuveiro exterior evoluirá mais lentamente ao longo dos próximos tempos, pois estamos limitados relativamente a verba disponível para terminá-lo.

Relembro que ao recorrerem aos nossos serviços de reparação e manutenção de produtos Apple, aos serviços de massagem Permahealing e aos produtos que vamos tendo disponíveis em edições limitadas, estão a contribuir directamente para a evolução do projecto Permabio, possibilitando a evolução dos espaços que estamos a desenvolver no sentido de ajudar e capacitar cada vez mais pessoas para uma mudança urgente de paradigma. Se seguem e admiram o nosso trabalho, façam chegar a nossa mensagem a mais e mais pessoas, para juntos ajudarmos a construir o futuro! 😉

 

Limpezas, Plantações e Energia Gratuita

Durante o dia de hoje tratámos de retirar a protecção extra que adicionámos ao telhado do Yurt há uns tempos para garantir que as fortes chuvas dos meses anteriores não provocariam estragos. Aproveitámos para retirar a cúpula, desmontá-la, limpá-la e ajustar novamente os parafusos que a fixam ao aro de madeira que assenta na roda interna. Depois de limpos os parafusos, as tampas de protecção, o aro de madeira e a cúpula em si, tornámos a montar tudo e a fixá-la de novo no telhado! 😉

De seguida plantámos mais umas aromáticas em torno dos caminhos. As plantinhas que plantámos no início da semana estão pegadas e com óptimo aspecto. Funchos, Alfazemas, Salvas, Hortelã Pimenta, Consolda entre outras.

Durante o resto da tarde estivemos a arrumar o telheiro, preparando uma parte do material para acender a bailarina e tomarmos o nosso fantástico banho de água quente a lenha depois do dia de trabalho concluído! Tudo isto com recursos naturais gerados no nosso espaço 😉 Por falar em recursos locais e gratuitos, todos os dias o nosso pequeno painel solar carrega a bateria a 100% fornecendo-nos toda a energia que necessitamos para a nossa utilização! 😉

Macbook 2006 com Gráfica Avariada

Hoje demos uma ajuda preciosa a um dos apoiantes do projecto que se viu completamente entalado nos últimos dias, pois a sua actividade profissional ficou comprometida devido a uma avaria pemanente na placa gráfica do seu velhinho Macbook Aluminium de 2006. Teve de adquirir uma nova máquina para poder continuar a trabalhar  optando por uma modelo mais antigo, mais acessível monetariamente, mas ainda com muito potencial.

Procedemos ao diagnóstico da máquina avariada e com alguns truques de génio conseguimos aceder aos dados encriptados no interior da máquina e proceder à migração do conteúdo para o novo macbook. Além da avaria da placa gráfica a máquina aquece muito e a ventoinha esquerda estava presa. Já que estávamos com a mão na massa e com mais uns pózinhos mágicos de génio desbloqueámos a ventoinha e fizemos um bypass ao bicho conseguindo desactivar a placa gráfica recuperando o computador a um estado menos potente mas mesmo assim completamente uilizável para tarefas do dia a dia. Sendo assim resolvemos duas situações de uma vez só e o nosso amigo partiu todo contente com duas máquinas funcionais prontas a trabalhar quando julgava que uma delas seria uma batalha completamente perdida! Felizmente existe o Génio e ele resolve! 😉

Agora recomenda-se é que estas duas máquinas regressem nos próximos meses para uma revisão completa com limpeza interna e optimização ou então já se sabe o que vai acontecer mais tarde ou mais cedo! 😉

O antes e o depois do macbook 2006:

A migração para o macbook de 2012:

 

Dia das três crianças aqui de casa!

Hoje além de festejarmos o primeiro dia da criança com a nossa menina que nos escolheu ainda não fez um ano, festejamos também o facto de  sermos uma família e termos um espaço a que chamamos casa e que a cada dia faz saltar de alegria a criança dentro de nós, aquela que nunca deixámos morrer, pois fazemos por criar e construir todos os dias este lindo sonho que alimenta o corpo e a alma de todas as crianças aqui de casa! 😉

 

Lenha, Ervas Cortadas e Plantações

Os últimos dias temos andado bastante ocupados pois esta semana estreámos o nosso abrigo hobbit com os primeiros ocupantes. Recebemos dois elementos de família próxima, que tiveram a oportunidade de usufruir das insfraestruturas que temos vindo a desenvolver no projecto. Ao mesmo tempo que vieram visitar-nos e viver outra realidade, aproveitaram para vir dar uma mãozinha no terreno recolhendo, quebrando e separando o diferente material vegetal que estava a aguardar ser reduzido a um tamanho inferior e colocado em caixas para secar e servir o nosso conceito de água quente a lenha.

Aproveitámos ainda para dar uma penteadela no terreno e plantar definitivamente mais mudas e propagações. Tudo se está a tornar mais bonito e aos poucos a devolver-nos em beleza, alimento, medicina, equilibrio mental e espiritual, todo o investimento que temos vindo a fazer ao longo deste último ano.

Entre ontem e hoje, plantámos mais hortelã, alfazema, cidreira, consolda, salva, funcho e aipo. Todas as outras espécies estão no seu processo de evolução e cada vez mais fortes. Segue em imagem o exemplo dos mirtilos, o pinheiro manso, o funcho, a salva, a larajeira, as alfazemas, as calêndulas, os alecrins, os loureiros, os moragueiros, a lúcia-lima, a hortelã, o marmeleiro, as capuchinhas, a artemisia, o poejo, as gingeiras, as bananeiras, as pereiras, as oliveiras, a consolda, o aloé, o incenso, o physalis, as figueiras carregadas de figos e tudo o mais que nos rodeia.

A cada dia que passa, temos mais variedade no sistema que estamos a montar com vista à nossa resiliência e ao desenvolvimento do nosso conceito de ecossistema humano sustentável. A nossa amiga Ana ainda trará nos próximos tempos mais algumas espécies para introduzirmos no sistema e complementarmos este lindo jardim comestível! 😉