Haverá melhor creche/escola que esta?

Haverá melhor creche ou escola que aquela que prepara para a vida, para os afectos, para o amor, onde as aprendizagens são feitas naturalmente e voluntariamente com a orientação dos dois elementos de maior vínculo afectivo? Quando decidimos mudar de vida, tínhamos em mente podermos um dia dar à nossa filha tudo aquilo que estamos a dar. Tempo, atenção, carinho, dedicação, brincadeiras e experiências ricas em significado, às quais a maior parte das crianças da sua idade não têm acesso, seja por ignorância, por desinteresse e também por falta de tempo dos pais. As aprendizagens surgem da sua vontade e curiosidade, sem necessidade de “motivações externas”, os nomes das coisas surgem da necessidade de os utilizar, as palavras surgem naturalmente no processo de aprendizagem da Língua, os cheiros e o sabor das plantas, das flores, das bagas, dos vegetais, são testados in loco através de todos os seus sentidos e as tarefas de manutenção do espaço são realizadas por iniciativa própria, onde a rega, a colheita de frutos e sementes, a captura de elementos invasores como caracóis, é feita através de brincadeiras, reproduzindo o exemplo de quem a acompanha. Cada refeição é feita de raiz e com a sua participação, utilizando alimentos reais, com alguns acabados de apanhar e ao mesmo tempo que ajuda na confecção, experimenta cada um individualmente trabalhando as papilas gustativas e aprendendo a gostar de alimentos saudáveis e com real valor nutritivo. Nada de comidas processadas ou doces, nada de comida contaminada com pesticidas e organismos geneticamente modificados. As aventuras no exterior são como um Safari, partindo à descoberta de outras realidades centrando-se da mesma forma na vivência e experimentação, mas aplicada a diferentes elementos, como é o caso da praia, onde a energia e o som de cada onda, percorre o corpo com uma sensação de entusiasmo, renovação e ao mesmo tempo de medo do desconhecido. Onde cada recanto explorado na rocha é motivo para iniciar conversas com quem nos cruzamos ou simplesmente para mais tarde recontar o episódio de descoberta transmitindo o entusiasmo que sentiu durante o mesmo. Esta é apenas uma pequena parte do trabalho que fazemos com a nossa menina e pela evolução que vamos presenciando todos os dias, temos a certeza que tal como no passado, quando as crianças eram criadas no seio da família, esta “creche” é a melhor que lhe podemos dar! 😉

Deixar uma resposta