Celebrações, Boas Festas e Feliz Yule

Ontem tiveram início, as originais celebrações e festivais pagãos que decorrerem de 20 de Dezembro a 1 De Janeiro. Hoje dia 21, celebramos o Solstício de Inverno com o regresso do Sol e o início de dias mais longos. Vimos por este meio desejar a todos os que nos acompanham e ajudam, umas Boas Festas, um Feliz Yule e uma Boas Entradas no novo ano. Paulo, Maria e Gaia.

 

Poda, Parque infantil e Guloseimas

Esta semana estamos de novo mais activos, com o Sol lá fora a aquecer o espaço. Continuamos com o processo de poda seca das nossas pereiras, enquanto a Gaia brinca alegremente no seu parque infantil favorito, ou seja, no terreno e em especial com um monte pequeno de composto bem curtido, que transporta cuidadosamente de um lado para o outro com a peneira, a pá ou o balde. Passa ainda pela simulação de plantação de plantas imaginárias que faz em forma de brincadeira! Ao mesmo tempo, observamos com felicidade, a frutificação do micélio sob a forma de cogumelos de dimensões consideráveis, que começam a surgir com mais força no nosso solo, ajudando-nos na evolução e recuperação do mesmo. Ainda durante o dia de hoje, recebemos amigos e visitámos amigos. A nossa amiga Marisa veio até cá deixar uma lembrança natalícia de biscoitos caseiros light com açúcar de coco, que a mesma faz por encomenda! Nham nham! 😉 Com o friozinho destas noites e com a Salamandra acesa é difícil resistir a fazer na lenha, umas pizzas caseiras, feitas de raiz, com farinha de trigo barbela, moída em moinho de vento e mó de pedra! 😉

A meio de Dezembro

Ainda nem há quinze dias montámos a nossa árvore de natal reciclada, recolhemos lenha para as noites frias que se têm sentido e ainda estivemos presentes numa feira local com os nossos produtos ecológicos. Aproveitando a ausência de chuva dos últimos dias, trabalha-se e brinca-se na rua. Hoje com o bom tempo, iniciámos a poda seca das nossas frutíferas que acabaram de largar todas as folhas. A temperatura está agradável especialmente ao Sol e que bom é, carregar não só as baterias internas como as do sistema fotovoltaico! 😉 As podas estão a ser cortadas em pedaços mais pequenos e armazenadas para secagem. As mesmas servirão ao longo do ano para ajudar a pegar os nossos conceitos de energia, calor e água quente a lenha. Na horta crescem entre muitas coisas, Acelgas, Alho Francês e Couves. Os compostores estão sempre em constante mutação e evolução, preparando nutrientes para a próxima primavera e verão. Neste momento está tudo lindo, verdinho e colorido! 😉

Feira Local seguida de Vento e Chuva Forte

Esta semana estivemos a preparar tudo para minimizar os estragos da tempestade que chegou esta noite ao nosso espaço e tratámos também de finalizar todos os produtos que levámos ontem até uma pequena feira local. Aproveitamos para agradecer aos colegas de feira que nos abordaram, aos amigos que vieram até nós de propósito para nos visitarem e apoiarem e a todos os que reconheceram valor no nosso projecto.

Durante esta noite e madrugada fomos atingidos por ventos fortíssimos que felizmente só provocaram dois estragos. O toldo da carrinha ficou completamente destruído mas já o substituímos esta manhã. A nossa maior bananeira não resistiu e tombou, mas encarámos de forma positiva e tratámos de transformar este problema numa oportunidade. Como a bananeira ainda tinha sistema radicular, tratámos de transplantá-la para um local mais abrigado e com mais nutrientes, mesmo perto dos compostores! 😉 No local onde estava a bananeira, tinha germinado entretanto uma pereira que já estava com mais de um metro de altura mas que não estava visível. Retirámo-la pela raiz e transplantámo-la para outro ponto mais apropriado. Sendo assim resolvemos tudo e felizmente não tivemos qualquer tipo de infiltração ou dano em qualquer estrutura.

Dezembro 2017- Evolução do Espaço

Nesta última semana, tivemos um pouco de tudo. Chuva, sol, vento, calor e frio. Navegando com a maré, aproveitámos todos os momentos consoante o que nos foi apresentado. Em pouco tempo recolhemos 900l de água da chuva e com o regresso do Sol  carregámos todos os aparelhos, bem como, a bateria do sistema fotovoltaico aos 100%. Com a chuva a dar tréguas o frio e o vento apertaram com força, as bananeiras foram logo as primeiras a acusar maus tratos, pelo que esperamos que se regenerem e se aguentem este inverno. As tangerinas e as laranjas já estão praticamente no ponto, a caminho de ficarem bem doces e os limões amadurecem na árvore. As couves estão plantadas e hoje parece mais primavera que Outono. Os Alecrins e a Arruda estão em flor, Calêndulas por todo o lado com flor e a largar semente, as plantas de abóbora e chuchu continuam a crescer mesmo não produzindo fruto. Germinaram alguns feijões perdidos e tomates cherry. As Figueiras e os Sabugueiros estão a rebentar. Os Loureiros, o medronheiro, os eucaliptos, as oliveiras e o pinheiro continuam a desenvolver-se bem e as abelhas regressaram  para continuarem com o seu trabalho de recolha e polinização da abundância presente. A nossa menina também andou de volta da manutenção da sua cozinha exterior e aproveitou ainda para andar a brincar na horta. Com o frio dos últimos dias não nada como os banhos ecológicos com água aquecida a lenha! 😉