Dezembro 2017- Evolução do Espaço

Nesta última semana, tivemos um pouco de tudo. Chuva, sol, vento, calor e frio. Navegando com a maré, aproveitámos todos os momentos consoante o que nos foi apresentado. Em pouco tempo recolhemos 900l de água da chuva e com o regresso do Sol  carregámos todos os aparelhos, bem como, a bateria do sistema fotovoltaico aos 100%. Com a chuva a dar tréguas o frio e o vento apertaram com força, as bananeiras foram logo as primeiras a acusar maus tratos, pelo que esperamos que se regenerem e se aguentem este inverno. As tangerinas e as laranjas já estão praticamente no ponto, a caminho de ficarem bem doces e os limões amadurecem na árvore. As couves estão plantadas e hoje parece mais primavera que Outono. Os Alecrins e a Arruda estão em flor, Calêndulas por todo o lado com flor e a largar semente, as plantas de abóbora e chuchu continuam a crescer mesmo não produzindo fruto. Germinaram alguns feijões perdidos e tomates cherry. As Figueiras e os Sabugueiros estão a rebentar. Os Loureiros, o medronheiro, os eucaliptos, as oliveiras e o pinheiro continuam a desenvolver-se bem e as abelhas regressaram  para continuarem com o seu trabalho de recolha e polinização da abundância presente. A nossa menina também andou de volta da manutenção da sua cozinha exterior e aproveitou ainda para andar a brincar na horta. Com o frio dos últimos dias não nada como os banhos ecológicos com água aquecida a lenha! 😉

Leave a Reply