Evolução do Espaço – Primeira Quinzena da Julho

Neste momento, colhemos diariamente tudo o que a natureza nos oferece ao seu ritmo. Um par de tomates dali, umas folhas de alface daqui, uma cebola de acolá, um alho francês, uns rabanetes e umas folhas de couve e rúcula do outro lado. As árvores já dão Figos e Peras, as Ameixas vêm a caminho juntamente com os Marmelos e as Pêras mais tardias. Nunca vimos tantas abelhas e especialmente Zangões que incansavelmente nos ajudam na manutenção do espaço. A luta contra as “infestantes” vai sendo resolvida aos poucos e de forma manual, dirigindo essa matéria “inoportuna”, transformando-a numa oportunidade na pilha de composto, à volta das árvores ou na alimentação das galinhas que transformam todos os nutrientes em ovos. Aqui ficam alguns registos fotográficos:

Leave a Reply