A Necessidade de um Conceito Móvel de Trabalho

Há projectos que se estudam e concretizam em horas, outros em dias ou em momentos chave e há ainda outros, que demoram meses ou anos a concretizarem-se. A nossa capacidade financeira é muito limitada, e temos vindo a adiar sucessivamente este projecto, mas existe mesmo a necessidade de criarmos ou iniciarmos pelo menos, este ano, a criação de um espaço móvel multifuncional. Um espaço que não seja apenas oficina, para trabalho e armazenamento de madeira e ferramentas, mas também um espaço para os trabalhos de electrónica e tecnologia que desenvolvemos no projecto paralelo, de combate à obsolescência programada. É um projecto que terá de ser concretizado em fases e convém que o mesmo, possa no futuro ser facilmente convertido numa casa sobre rodas, mais conhecida por tiny house.

Ainda não temos o puzzle todo montado na nossa cabeça, mas está para breve. Este é um projecto que temos vindo a adiar, mas ainda bem que assim o foi, pois agora temos uma noção melhor do que realmente necessitamos. Apenas temos de perceber as limitações com a serventia e a disposição no terreno para começarmos a planear e a ter uma noção real dos custos. Com o regresso do Sol e os trabalhos na rua, avançámos com a limpeza, arrumação e manutenção dos materiais e ferramentas que temos temporariamente no telheiro exterior, e a necessidade de um espaço de trabalho tornou-se evidente de novo. Ao mesmo tempo que trabalhávamos no telheiro a nossa pequenota, lá estava por perto com as suas importantes actividades de exploração, como andar de baloiço, jogar à bola, correr, apanhar flores e debulhar milho para dar à Galinha, entre outras. Ontem o dia foi todo na rua! 😉

Deixar uma resposta