Mais uma semana de trabalho “non-stop”

Esta semana e meia foi bastante preenchida, com inúmeras actividades de confecção alimentar, produtos de higiene e medicinais, reparações, limpezas, etc… É raro o dia em que se pára e com a chegada do Outono e das primeiras chuvas, ainda mais há para fazer. Principalmente verificar a protecção de bens que estão no exterior, verificar o funcionamento dos escoamentos de águas, estar atento a possíveis infiltrações, adequar, melhorar ou reparar determinados pormenores, ou seja, há sempre algo a acontecer e o tempo não chega para tudo. Mesmo assim, estamos a preparar novos conjuntos de produtos naturais a tempo das vossas encomendas natalícias, temos aprendido imenso com novos desafios de reparação e manutenção, temos plantado e armazenado alimento para os próximos meses, tendo já iniciado a recolha do milho para secar e armazenar as sementes, fizemos geleia de marmelo e marmelada, temos licor de hortelã feito por nós, com a perspectiva de disponibilizar em quantidade limitada a alguns apoiantes do projecto… Bem! É cansativo, mas gratificante. Além do mais temos a oportunidade de acompanhar e ver a nossa menina a crescer de dia para dia, não castrando o seu desenvolvimento, a auto-expressão e valorizando as actividades espontâneas não direccionadas. Respeitamos a intuição da nossa menina, a sua curiosidade e a selecção das actividades não interferindo, dizendo como se faz ou não faz, ou dando exemplos sendo nós a fazer por ela. Permitimos momentos de frustração, bem como, apoiamos momentos de explosão artística que não são cópias do que vê no exterior, mas sim verdadeiras manifestações do que sente no interior! 

Tudo e mais alguma coisa

Esta última semana foi de muito trabalho e de fazermos um pouco de tudo e mais alguma coisa, com a preparação de mudas, transplantações, propagações e recolha de sementes. Iniciámos algumas podas simples e voltámos novamente à produção dos nossos produtos de higiene e saúde ecológica. O excedente como é costume, estará disponível a tempo das vossas encomendas Natalícias caso desejem contribuir para a evolução do nosso projecto através desta troca. Criámos novos conjuntos de bálsamos vários e novos conjuntos de Sabonete de Alfazema, Sabonete de Tangerina/Canela. Ainda foi possível criar um conjunto de Sabonetes redondos simples de Azeite. Em breve, serão desenformados e entrarão no processo de cura! Criámos também novas macerações com as nossas medicinais colhidas aqui no espaço, para usarmos em futuros produtos!

Iniciámos também esta semana, a colheita de sementes de Girassol e de algumas massarocas com as “camisas” mais secas. Temos ainda muitas para colher, mas podemos já perceber pelos topos, que este ano houve algum stress na sua formação, mais certamente devido ao verão inconstante, húmido e nublado aqui em Peniche colmatado com alguns dias secos e quentes como o de hoje. De qualquer forma estão lindas, os grãos bem formados e após três gerações de produção de ambas as massarocas aqui no nosso espaço, temos agora, além do milho crioulo, o nosso próprio milho amarelo local (e híbrido natural), pois foi polinizado pelos tais milhos crioulos que temos vindo a reproduzir anualmente.

Reparações, Restauros, Investimento e Solidariedade Social

Aos poucos temos vindo a aumentar e a expandir as nossas competências, com vista à recuperação de equipamentos electrónicos que por vezes apenas precisam de algum amor e dedicação. Estamos inclusive a desenvolver em parceria com um amigo algumas peças 3d com filamento reciclado para substituição de peças originais em computadores clássicos. Alguns dos aparelhos que recuperamos são propriedade individual e nestes prestamos serviços de manutenção, mas outros foram mesmo abandonados no lixo, doados ao projecto ou trocados. Desta forma tentamos abranger mais um ramo do muito que há por fazer pelo bem do nosso planeta, contrariando a obsolescência programada de muitos equipamentos, limpando, cuidando, restaurando e valorizando os mesmos. Ao mesmo tempo, executamos estes trabalhos estendendo-lhes a vida, podendo nós próprios colocá-los a uso ou dar-lhes uma segunda vida na casa de algum apoiante, em troca de investimento no projecto. Já sabem se há por aí algum equipamento com potencial, não coloquem no lixo ou na “reciclagem”, pois infelizmente os mesmos irão mais tarde ou mais cedo acabar esventrados e seguramente parar ao aterro. Aqui, tratamos de colocá-los como novos e a bom uso. Se têm algo para doar de preferência em funcionamento, contactem-nos, pois poderemos ter interesse em alguns deles. Trocamos e doamos também alguns equipamentos a quem precisa, nomeadamente um projecto vizinho informal, de solidariedade social, que disponibiliza este e outros tipos de bens, em troca de bens alimentares e de higiene para famílias necessitadas da região. Esta é mais uma forma de cuidar do Planeta, cuidar das pessoas e partilhar os excedentes! 😉