Recuperação de Equipamentos e Futura Oficina de Trabalho

Esta semana, recuperámos mais três equipamentos a caminho do aterro, que estão neste momento completamente funcionais. Felizmente estamos na recta final de termos a nossa Oficina / Estúdio móvel de trabalho pronta, para evoluirmos um pouco mais. Em breve, vamos poder contar com mais espaço para catalogar e armazenar, com áreas dedicadas a ferramentas e materiais, espaços para a concepção e execução de projectos novos, restauros, reparações, etc…

Restauro de Equipamentos, Caminhos e Espaços.

A última semana tem sido de imenso trabalho. Ao mesmo tempo que abraçámos a construção da nossa oficina de trabalho móvel, temos dedicado parte do nosso tempo à limpeza / restauro de equipamentos, mas também na recuperação do exterior, nomeadamente equipamentos de verão, caminhos e espaços específicos do nosso projecto. A logística para fazer acontecer é sempre um desafio, mas lá nos temos arranjado para conseguirmos fazer evoluir mais um pouco as nossas competências, o solo e todas as outras áreas do projecto. A horta está a evoluir a olhos vistos e em breve publicaremos mais imagens da mesma. Esta semana contei com a ajuda da nossa pequenota na trituração de ramos e canas, cuja matéria utilizámos posteriormente nos caminhos entre canteiros, adicionando desta forma mais protecção e alimento ao solo. Surgiu ainda a oportunidade de embelezar e tornar mais funcional o espaço de refeições exteriores e o espaço de entrada no abrigo hobbit. Ambos estavam a precisar de algum carinho e sendo assim, adicionou-se estilha de casca de pinheiro como cobertura de solo para protegê-lo ao mesmo tempo que aumentámos o conforto na utilização dos espaços.

Nutrir para Colher e Evitar Desperdício.

As últimas duas semanas foram de loucos e não temos parado um segundo. Temos feito um pouco de tudo. Remoção/controle de canas e ervas; Limpeza de caminhos; Plantio, colheitas e transformação; Recuperações de mobiliário e equipamentos electrónicos. Aqui no projecto, o nosso solo está a regenerar-se a um bom ritmo, aguenta melhor a humidade e está mais rico e nutrido. Até o que colhemos, de ano para ano, está cada vez mais saboroso. Além do nosso trabalho no terreno, temos recuperado material electrónico funcional, que encontrámos literalmente no “lixo” e ainda mobiliário de madeira para lá caminhava se não nos tivesse sido doado.

Em relação à mesa de cabeceira, tratámos de limpá-la muito bem, por dentro e por fora. Retirámos as mossas e marcas de copos e ainda tinta que lhe tinha caído em cima. Por fim lixámos todas as peças e aplicámos protector de madeira. Ficou pronta e já está em funcionamento!

O computador que encontrámos estava funcional, foi só mesmo uma questão de limpar o interior, o exterior e o Sistema Operativo. Não coloquem este tipo de artigos funcionais no “lixo” ou na “reciclagem”. Há também ainda, outra espécie de “mamíferos invertebrados” que aceitam doações para partirem tudo, desmantelarem e venderem para o “ferro velho”, não se importando se os equipamentos estão funcionais ou se podem ter uma segunda vida ou não. Doem a quem precisa ou a quem pode colocar estes produtos a bom uso e com bons destinos. Não temos capacidade nem logística para recolher tudo o que nos oferecem, mas tentamos pelo menos contribuir para a resolução de uma parte do problema, canalizando recursos para onde faz sentido.

Há 4 anos, preparávamos o regresso a casa.

Estamos na recta final para a celebração dos 4 anos da chegada a este pedaço de terra. Depois do inicio do projecto em 2012, em Mafra, e algumas pedras no caminho, chegámos finalmente a este local em 2015. Amanhã celebramos os 4 anos do nosso regresso a casa, depois de nos termos visto privados da sua utilização, durante cerca de seis meses, no processo de descoberta de um novo destino. Durante este tempo, aqui vivemos, crescemos, nasceu a nossa filha e iniciámos uma nova fase da nossa vida, ao mesmo tempo fazemos o que podemos para regenerar este espaço e trazermos esperança a quem se inspira no nosso trabalho.

Esta semana estivemos bastante ocupados com actividades paralelas nas redes sociais, em actividades colaborativas e em actividades de voluntariado relacionadas com projectos em outras áreas. Cá por casa, a chuva regressou finalmente e temos de novo a dorna no topo, com mais de 1000l de água capturada. Quando o tempo não permite estar na rua a trabalhar no terreno, desenvolvemos actividades de restauro e manutenção de equipamentos, sejam electrónicos ou mobiliário que utilizamos em benefício do projecto ou que oferecemos sob a forma de serviço a apoiantes do projecto. A nossa menina começa também a dar os primeiros passos nas suas tarefas de limpeza e manutenção para perceber de pequenina o valor das coisas e o valor da reparação, ao invés do deitar fora e comprar novo! Obrigado pelas ofertas desta semana por parte de amigos, está a ser tudo posto a bom uso! 😉

Parece Primavera

Como os dias têm estado maravilhosos, e parece mesmo primavera, temos aproveitado a oportunidade de passar mais tempo no exterior, a mondar, transplantar, regar, podar, triturar e a criar cobertura de solo. Estamos finalmente a dar um toque nas laranjeiras que estavam há anos a aguardar uma poda que permita que a luz e o ar circulem livremente na área interior da copa. Ainda há trabalho para concluir nos próximos dias nesse sentido.

Sempre que possível, aproveitamos também para almoçar na rua na mesa exterior que criámos no ano passado. Depois do almoço mudámos finalmente a mesa, para a sua área de Primavera/Verão, visto que temos de começar a pensar nos espaços disponíveis e acessíveis, para instalar a futura oficina móvel.

Esta semana conseguimos ainda colher e secar flores, criar novos sabonetes, enviar algumas encomendas para apoiantes e acima de tudo, conseguimos recuperar / reparar mais alguns equipamentos electrónicos que iam a caminho do aterro ou de desmantelamento, o que nos deixa sempre felizes, não só porque aprendemos sempre algo novo, como evitamos o desperdício de algo que ainda tem vida útil. O que me faz mais confusão é mesmo a quantidade de aparelhos que toda a gente “manda fora”, que são reparáveis e que podem continuar a exercer a sua função perfeitamente.

Um Novo Ciclo de Celebrações

Demos início ao novo ciclo de celebrações de Final de Ano, com a montagem em família, do nosso conceito minimalista de Árvore de Natal. Somos gratos pela onda de generosidade característica desta época e queremos agradecer em especial, as ofertas/doações de equipamentos que os nossos amigos Riikka e Pedro, fizeram recentemente. Vamos dar uma segunda vida a esses equipamentos, restaurando-os e/ou reutilizando-os em futuros projectos evitando que vão parar um aterro ou que sejam desmantelados enquanto estiverem a funcionar em condições. Uma das ofertas foi um velhinho portátil, que é uma robusta máquina de guerra de 2003, mas que já tratámos de começar o processo de limpeza, para podermos passar à fase seguinte da sua recuperação. Obrigado por estas prendinhas antecipadas! 😉

Canteiros Outono/Inverno e Reparar, reparar, reparar!

Nos últimos tempos, temos trabalhado e brincado na rua, onde entre cuidar do espaço, fazer pinturas ou desenhos, preparámos novas mudas para introduzir nos canteiros alimentares de outono/inverno, que acabámos de fertilizar e cobrir. Fizemos também algumas transplantações de plantas para novos vasos com mais espaço e nutrientes, para introduzirmos no espaço, assim que regressarem as primeiras chuvas. Ao mesmo tempo, tive necessidade de pessoalmente, dedicar-me a alguns projectos pendentes, relacionados com o restauro e reparação de diferentes aparelhos que recolhemos, que nos foram oferecidos ou para os quais foram requisitados os nossos serviços de restauro. Acreditamos que mais importante que reciclar, é reparar e dar nova vida ao que está estragado ou degradado. A cultura do usa e deita fora, tem os dias contados há muito tempo!

Esta semana além do trabalho do “salvamento” do macbook da nossa amiga Wendy, continuamos a desmontar e a testar, baterias velhas de portáteis para o novo projecto de energia. Reparámos ainda um candeeiro que estava completamente inutilizado com os plásticos internos de apoio e fixação todos partidos, limpámos e restaurámos duas consolas de videojogos, uma fonte de alimentação com 26 anos e um carregador de portátil a 12v. Aos poucos, vamos adicionando novas skills e competências ao nosso cardápio, pois acreditamos que cada vez será mais importante reparar para continuar a utilizar. Esta visão e conceitos são transversais a todo o nosso projecto e totalmente de acordo com um estilo de vida ecológico, onde se valorizam os escassos recursos.

Gostaste da dica? Não percas nada do que temos para te ensinar! Subscreve já! 😉

Produtos, Recursos e Resolução de Problemas

Esta semana preparámos os nossos recentes bálsamos, sabonetes e velas naturais ecológicos, que estão disponíveis para os nossos apoiantes e para encomenda em: https://bit.ly/2q5xsZa

Recuperámos ainda motores eléctricos funcionais, de alguns equipamentos avariados e recentemente o nosso amigo Melo, ofereceu-nos baterias velhas de computador portátil para reciclar, que prontamente desmontámos e aproveitámos as células individuais. iremos testá-las, calibrá-las e possivelmente utilizá-las noutros projectos de energia alternativa. Para quem nos segue e tiver baterias de portátil para reciclar e quiserem doar-nos, agradecemos imenso a oferta! 😉

Por fim e após cinco anos, conseguimos finalmente investir num pequeno triturador de ramos que necessitamos especialmente para nos livrarmos do excesso de canas que produzimos anualmente. Desta forma, não só nos livramos de um problema como ao mesmo tempo, libertamos espaços e criamos cobertura de solo rica em matéria orgânica. Esta foi espalhada em volta de todas as árvores, no espaço dos animais e no solo junto do canavial e à WC das Visitas! Como sempre, a nossa menina também ajudou nas tarefas, passando-nos canas para triturarmos e cuidando dos animais. Nas últimas imagens, podemos observá-la a levar restos de cozinha, para alimentar as nossas minhocas no vermicompostor! 😉

Gostaste das dicas? Para nos seguires mais de perto, subscreve já! 😉

Upgrade WC – Arrefecimento e Instalação Eléctrica 12v

Finalmente após dois anos de termos criado a nossa mini wc seca desmontável e transportável, conseguimos reunir todo o material que reutilizámos agora para  fazermos um upgrade ao sistema. Passámos a contar com uma bateria dedicada de 12v, que através de dois interruptores independentes permitem accionar uma ventoinha de extração de calor e odores ligeiramente mais forte que a antiga (ajudando a climatizar o conceito no verão), ao mesmo tempo que alimenta ainda uma calha de luz LED, fornecendo luz a qualquer hora do dia ou da noite, de forma independente! 😉

Gostaste da dica? Não percas nada do que temos para te ensinar! Subscreve já! 😉

Em Constante Mudança e no Bom Caminho

Nas duas últimas semanas decorreram algumas mudanças no projecto, umas boas, outras não tão boas, mas esse navegar com a vida é que nos faz acordar com olhos no futuro,  não deixando de viver o presente.

Vendemos a nossa carrinha clássica, para podermos continuar a fazer evoluir o projecto investindo em novos recursos e resolvemos alguns pormenores técnicos relacionados com o terreno, que contribuem para a nossa resiliência a longo prazo.

Em relação aos animais, uma gata selvagem matou o coelho que cá andava e Infelizmente, uma das nossas galinhas, que já acusava algum problema desde o início, mas que nunca conseguimos diagnosticar, foi ficando gradualmente debilitada. Num curto espaço de dias não resistiu. Desconfiámos desde o início pois sabíamos que pelo menos uma delas não estava a colocar ovos. Agora ficamos com a companhia de apenas duas meninas.

Têm surgido oportunidades que nos vão permitindo fazer o projecto avançar e especialmente pessoas que acreditam e confiam no nosso trabalho. Estes últimos continuam a ajudar-nos e a investir em nós, como é o caso da nossa amiga Luísa que nos visitou a semana passada e que sempre nos presenteia com a sua presença e com doações fantásticas, que vão desde sementes ou cartão, a aparelhos electrónicos para recuperar e dar uma segunda vida, bem como, ferramentas de trabalho. Foi um bom dia de convívio com muita partilha pessoal, entre pessoas verdadeiras, sem capas e sem máscaras! 😉 Obrigado amiga Luísa, por todo o apoio que nos tens dado! Beijo nosso! 😉

Praticando o Desapego. Fim de um Projecto de Dois Anos

O dia de hoje e a última semana têm sido de emoções fortes. Após dois anos de um projecto de recuperação de uma carrinha clássica fantástica, hoje como forma de praticar o desapego e como forma de permitirmos que mais pessoas possam usufruir da nossa criação, despedimo-nos dela, relembrando a energia, a dedicação e todo o trabalho envolvido neste projecto. Sabemos que fica bem entregue a uma família de quatro elementos e que esperamos que tenham sucesso com a sua utilização, que vivam tantas ou mais aventuras que as que nós vivemos e que continuem os trabalho de manutenção e recuperação para não a deixarem morrer por falta de cuidados.

Canas, Comida Verdadeira e Finalização do Espaço das Galinhas

Na tarde da última publicação, ainda atacámos canas… à mão! Foi duro, mas temos o espaço mais liberto com este corredor junto ao muro, que nos facilita o acesso à tubagem de transporte da água do poço, em caso de necessidade de manutenção. Por outro lado, vamos reunir esta matéria para secar. Idealmente precisávamos de um triturador de ramos, para poder transformar toda esta massa em estilha, que utilizaríamos como cobertura de solo nos canteiros! Os canteiros estão cada vez mais bonitos com comida verdadeira, a desenvolver-se neles. Orgânica, biológica, vegan, livre de OGM’s, liivre de pesticidas, livre de fertilizantes químicos, local e com pegada carbónica nula. Melhor não há! 😉

Depois de uma breve pausa ontem, para passarmos o dia a brincar com a nossa menina no dia da criança, hoje atacámos com força finalizando o espaço das galinhas. Com tubagens de esgoto, criámos um comedouro exterior com tampa estanque, que permite ser alimentado na vertical e que fica protegido da chuva. Por fim transformámos o depósito de recolha de água da chuva criando um filtro de partículas na tampa, através da reutilização de uma grelha velha antissalpicos, em aço inoxidável, do IKEA.