Espaços com os quais sonhávamos, mas onde agora sonhamos.

É com um brilho renovado que quase em final de ano, olhamos em contemplação para a vida que desenhámos, planeámos e construímos em torno da auto-suficiência. Referimo-nos nesta publicação, especialmente aos espaços com os quais sonhávamos, mas onde agora sonhamos. Ao fim de 4 anos, o abrigo hobbit será finalmente ocupado com a função para a qual foi projectado, ou seja, ser o quarto/estúdio da nossa menina. Além de todo espaço exterior que tem por sua conta, neste refúgio ela pode receber, descansar, ler, desenhar, brincar, dançar, ou seja tem agora um espaço exclusivo, destinado ao desenvolvimento da sua criatividade e à sua independência. Vamos ainda dormir na mesma divisão durante alguns anos, mas a transição está iniciada. Até ao final deste ano o projecto ainda vai passar por algumas mudanças e adaptações, com uma novidade que revelaremos a seu tempo! O Sol sempre volta a brilhar, mas como não houve Verão de São Martinho este ano, esperamos que o tempo dê tréguas durante pelo menos uma ou duas semanas, para secar tudo e para podermos tratar as madeiras dos conceitos em breve e antes que chegue o inverno a sério! Vamos ver se temos sorte. Entretanto vamos aproveitando para ler sempre que possível e sobretudo para projectarmos os próximos passos desta linda aventura! 😉

Out-Nov. 2019 – Colheitas e Horta

Plantações, sementeiras, propagações, germinações e transplantações, tem acontecido de tudo um pouco. Durante este último mês continuamos a tirar comidinha boa para nós e para as nossas galinhas. Mesmo com tudo o que há para fazer, rápidas visitas à horta para tratar de mantê-la e adicionar mais elementos é imperativo, para continuar a ter comida para o inverno. Tudo está a crescer a desenvolver-se bem, mas infelizmente de vez em quando, temos a visita de surpresa de uma das nossas galinhas mais gulosas, que salta a vedação e revira, destrói ou come sempre alguma coisa. Pelo menos parte do nosso canteiro de trigo barbela e também algumas acelgas foram as situações mais graves. Felizmente chegámos sempre a tempo de evitar males maiores.

Nov. 2019 – Evolução do Terreno

Durante o último mês recebemos imensa chuva. Parte foi colectada no sistema de captação, outra foi dirigida para a zona de infiltração, mas toda a que atingiu o terreno e a horta, veio dar um boost enorme no crescimento das plantas. Está tudo verdinho, plantas super saudáveis, a desenvolverem-se bem e nós a colaborar com a natureza, para podermos não só ajudar na regeneração do solo, como para produzirmos cada vez mais, parte da nossa necessidade alimentar. Segue a galeria de imagem que vos guia do Dia 1 de Novembro a até ao dia de hoje.

Série de Actualizações

Com tudo o que tem sido necessário fazer nas últimas semanas, foi complicado encontrar tempo para parar um pouco e colocar conteúdos aqui no blog. Temos comunicado mais pelas redes sociais, mas chegou a altura de actualizarmo-vos relativamente à evolução do espaço e actividades que realizámos durante o último mês. Para isso, vamos colocar ainda hoje, uma série de publicações distintas para não carregarmos tudo apenas num único post.

Não percas nada do que temos para te mostrar! Subscreve já! 😉

A Água, As Plantas, As Árvores e os Animais

Este ano temos vindo apostar na observação e na manutenção, com vista à melhoria e eficiência dos sistemas. Os poucos dias de chuva que tivemos permitiram atingirmos a cota máxima do nosso pequeno sistema de captura de água, mas já tratámos de canalizar o excedente para a vala de infiltração / lago natural de forma a optimizar a captura e retenção nos locais desejados. Na horta temos conseguido estender a estação em alguns produtos e ao mesmo tempo estamos a preparar o solo para as novas culturas de inverno que ainda temos por introduzir. A Vedação no galinheiro teve direito a um pequeno upgrade de forma a podermos produzir mais perto da mesma sem correr o risco das nossas meninas se alambazarem ao que lá temos plantado. O solo está mais rico, as plantas mais fortes e as árvores a crescerem a olhos vistos. Os animais também procuram o nosso espaço e vemos diariamente o resultado nas interações dos gatos com os ratos, os sapos com as lesmas e os caracóis, as aranhas com os insectos, as borboletas e as lagartas que as antecederam a trabalharem em conjunto com todos os outros polinizadores garantindo novos ciclos. Todos passam por cá e deixam os seus contributos para o equilíbrio do sistema.