Tudo e mais alguma coisa

Esta última semana foi de muito trabalho e de fazermos um pouco de tudo e mais alguma coisa, com a preparação de mudas, transplantações, propagações e recolha de sementes. Iniciámos algumas podas simples e voltámos novamente à produção dos nossos produtos de higiene e saúde ecológica. O excedente como é costume, estará disponível a tempo das vossas encomendas Natalícias caso desejem contribuir para a evolução do nosso projecto através desta troca. Criámos novos conjuntos de bálsamos vários e novos conjuntos de Sabonete de Alfazema, Sabonete de Tangerina/Canela. Ainda foi possível criar um conjunto de Sabonetes redondos simples de Azeite. Em breve, serão desenformados e entrarão no processo de cura! Criámos também novas macerações com as nossas medicinais colhidas aqui no espaço, para usarmos em futuros produtos!

Iniciámos também esta semana, a colheita de sementes de Girassol e de algumas massarocas com as “camisas” mais secas. Temos ainda muitas para colher, mas podemos já perceber pelos topos, que este ano houve algum stress na sua formação, mais certamente devido ao verão inconstante, húmido e nublado aqui em Peniche colmatado com alguns dias secos e quentes como o de hoje. De qualquer forma estão lindas, os grãos bem formados e após três gerações de produção de ambas as massarocas aqui no nosso espaço, temos agora, além do milho crioulo, o nosso próprio milho amarelo local (e híbrido natural), pois foi polinizado pelos tais milhos crioulos que temos vindo a reproduzir anualmente.

Reparações, Restauros, Investimento e Solidariedade Social

Aos poucos temos vindo a aumentar e a expandir as nossas competências, com vista à recuperação de equipamentos electrónicos que por vezes apenas precisam de algum amor e dedicação. Estamos inclusive a desenvolver em parceria com um amigo algumas peças 3d com filamento reciclado para substituição de peças originais em computadores clássicos. Alguns dos aparelhos que recuperamos são propriedade individual e nestes prestamos serviços de manutenção, mas outros foram mesmo abandonados no lixo, doados ao projecto ou trocados. Desta forma tentamos abranger mais um ramo do muito que há por fazer pelo bem do nosso planeta, contrariando a obsolescência programada de muitos equipamentos, limpando, cuidando, restaurando e valorizando os mesmos. Ao mesmo tempo, executamos estes trabalhos estendendo-lhes a vida, podendo nós próprios colocá-los a uso ou dar-lhes uma segunda vida na casa de algum apoiante, em troca de investimento no projecto. Já sabem se há por aí algum equipamento com potencial, não coloquem no lixo ou na “reciclagem”, pois infelizmente os mesmos irão mais tarde ou mais cedo acabar esventrados e seguramente parar ao aterro. Aqui, tratamos de colocá-los como novos e a bom uso. Se têm algo para doar de preferência em funcionamento, contactem-nos, pois poderemos ter interesse em alguns deles. Trocamos e doamos também alguns equipamentos a quem precisa, nomeadamente um projecto vizinho informal, de solidariedade social, que disponibiliza este e outros tipos de bens, em troca de bens alimentares e de higiene para famílias necessitadas da região. Esta é mais uma forma de cuidar do Planeta, cuidar das pessoas e partilhar os excedentes! 😉

Tiny House / Oficina de Trabalho Móvel

Hoje é dia de celebração! 😉 Ao fim de 7 anos de projecto, estamos finalmente, a transformar mais um sonho em realidade. Concluímos o nosso conceito original de Tiny House / Oficina de Trabalho Móvel. Estamos a poucos dias de ter finalmente um espaço de trabalho com uma área dedicada à arrumação e utilização de ferramentas, confecção e armazenamento de produtos ecológicos, reparações e restauros, desenho, planeamento e desenvolvimento de projectos, ou seja, um espaço de armazenamento e trabalho, onde poderemos desenvolver todas as nossas actividades ao longo do ano, resguardados dos elementos.

Entretanto, Já encontrámos alguns sistemas de madeira no lixo, que vamos poder reutilizar e aplicar no interior do conceito. Vamos aguardar tb por algumas doações ou trocas com apoiantes e parceiros, de mobiliário indesejado para que, em vez de ir parar a um aterro, lhe darmos uma segunda vida. Vamos precisar de estantes, bancada, bancos altos e secretária de madeira. Teremos de seleccionar os materiais, pois vamos ter de adequar o mobiliário aos nichos de trabalho que vamos criar no interior. Se têm algum equipamento em madeira como os que referimos, os quais não vos servem mais, poderemos ter interesse em reutilizá-lo! Contactem-nos! 😉

Hoje, finalizámos os pormenores das janelas de outlet e a fixação da porta em segunda mão. Retirámos todas as protecções dos PVC’s , limpámos os vidros e aspirou-se tudo. Também limpámos todo o interior com um pano húmido para retirar o infindável pó metálico que se agarrou ás paredes e tecto. Está pronto e quando voltarmos a falar dele, esperamos que já esteja no destino! 😉

Se reconheces valor no nosso trabalho, fica a saber como nos podes apoiar em: https://bit.ly/2HDZBkv

Já conheces os nossos produtos ecológicos? Fica a conhecê-los em: https://bit.ly/2pgxNZi

Queres visitar o nosso espaço e aprender mais? Reserva já a tua visita aqui: https://bit.ly/2FfHrBq

Restauro de Equipamentos, Caminhos e Espaços.

A última semana tem sido de imenso trabalho. Ao mesmo tempo que abraçámos a construção da nossa oficina de trabalho móvel, temos dedicado parte do nosso tempo à limpeza / restauro de equipamentos, mas também na recuperação do exterior, nomeadamente equipamentos de verão, caminhos e espaços específicos do nosso projecto. A logística para fazer acontecer é sempre um desafio, mas lá nos temos arranjado para conseguirmos fazer evoluir mais um pouco as nossas competências, o solo e todas as outras áreas do projecto. A horta está a evoluir a olhos vistos e em breve publicaremos mais imagens da mesma. Esta semana contei com a ajuda da nossa pequenota na trituração de ramos e canas, cuja matéria utilizámos posteriormente nos caminhos entre canteiros, adicionando desta forma mais protecção e alimento ao solo. Surgiu ainda a oportunidade de embelezar e tornar mais funcional o espaço de refeições exteriores e o espaço de entrada no abrigo hobbit. Ambos estavam a precisar de algum carinho e sendo assim, adicionou-se estilha de casca de pinheiro como cobertura de solo para protegê-lo ao mesmo tempo que aumentámos o conforto na utilização dos espaços.

A Primavera Está à Porta!

A Primavera está à porta, embora por vezes apareçam alguns dias mais traiçoeiros. Sempre que possível, mãos na terra, com algumas transplantações e germinações com base no nosso maravilhoso composto. De resto, contemplação, colheitas e ver tudo a crescer e a multiplicar-se. A nossa preta lusitânica, sem intervenções, aquecimento, lâmpadas XPTO, etc.. tem-se mantido forte, sobreviveu o inverno de forma saudável e já regressou à postura. Entretanto esta semana ofereceram-nos duas ajudantes e companheiras jovens, que vão agora passar pelo processo de alimentação exclusiva bio durante os próximos meses. Até lá deverão ganhar a maturidade para poderem iniciar a postura.

Continuamos com os trabalhos de manutenção do espaço. Vamos instalar uma nova área para receber o novo compostor de humanure, visto que os compostores estão todos cheios, um deles já em pausa e o outro vai iniciá-la agora. Temos andado ocupado com o estudo da Oficina móvel que está a ser afinado em projecto conceptual tendo em conta as limitações de espaço, medidas da serventia, facilidade ou dificuldade de transporte e mesmo a instalação e facilidade para um dia poder retirá-la do espaço. É um projecto ambicioso e tem de ser preparado com calma. Entretanto iniciámos também a nova fase de produção de sabonetes ecológicos que estarão disponíveis para nós e para nos quiser apoiar, daqui a 5 semanas.

Parece Primavera

Como os dias têm estado maravilhosos, e parece mesmo primavera, temos aproveitado a oportunidade de passar mais tempo no exterior, a mondar, transplantar, regar, podar, triturar e a criar cobertura de solo. Estamos finalmente a dar um toque nas laranjeiras que estavam há anos a aguardar uma poda que permita que a luz e o ar circulem livremente na área interior da copa. Ainda há trabalho para concluir nos próximos dias nesse sentido.

Sempre que possível, aproveitamos também para almoçar na rua na mesa exterior que criámos no ano passado. Depois do almoço mudámos finalmente a mesa, para a sua área de Primavera/Verão, visto que temos de começar a pensar nos espaços disponíveis e acessíveis, para instalar a futura oficina móvel.

Esta semana conseguimos ainda colher e secar flores, criar novos sabonetes, enviar algumas encomendas para apoiantes e acima de tudo, conseguimos recuperar / reparar mais alguns equipamentos electrónicos que iam a caminho do aterro ou de desmantelamento, o que nos deixa sempre felizes, não só porque aprendemos sempre algo novo, como evitamos o desperdício de algo que ainda tem vida útil. O que me faz mais confusão é mesmo a quantidade de aparelhos que toda a gente “manda fora”, que são reparáveis e que podem continuar a exercer a sua função perfeitamente.

Bálsamos Medicinais Ecológicos

Ao longo do ano vamos criando os nossos próprios produtos medicinais e armazenamos sempre uma parte, que disponibilizamos regularmente a quem nos deseja apoiar e contribuir de alguma forma para a evolução do projecto. Com a Primavera espreitar, aos poucos vamos reiniciando os trabalhos de recolha de flores e secagem para os produtos que ficarão prontos, daqui a alguns meses. Com o material que processámos nos meses anteriores e depois da extracção lenta pela acção do tempo, esta semana criámos renovados conjuntos de bálsamos medicinais ecológicos e já seguem hoje duas encomendas fresquinhas de bálsamos com velas de cera de abelha, para os nossos apoiantes! 😉 Obrigado e até já.

Um Janeiro mais Calmo

O mês que acabou de passar, foi mês de descanso e reflexão. Foi um mês para centrarmos as nossas energias no que pretendemos desenvolver e começar lentamente a preparar as actividades da próxima primavera. Foi também um mês com celebrações e que exigiu o retomar de alguns cuidados de saúde. Muitas vezes damos por nós a querer avançar com o que é preciso fazer para manter o projecto activo, mas o nosso próprio corpo e necessidade pessoal ficam para segundo plano. Estamos a tentar equilibrar as duas vertentes, pois sem nós activos e bem fisicamente e emocionalmente, não há projecto. Hoje no primeiro dia do mês de Fevereiro, demos início à criação de mais bálsamos medicinais, através dos quais, os nossos apoiantes poderão investir em nós e no desenvolvimento do projecto.

Podem saber mais sobre os nossos bálsamos clicando AQUI

Deixamo-vos de seguida algumas imagens que ilustram algumas das coisas que acabámos de referir.

Evolução do Espaço Nov. 2018 – Manutenção, Recolha e Transformação.

Depois da grande chuvada desta semana, todos os depósitos de captura de água da chuva, estão cheios e disponíveis para os diferentes usos. Felizmente nos últimos dias, o Sol regressou e aproveitámos logo para colocar mãos na massa.

Adicionamos mais espécies na horta de inverno completando camas com Alho Francês, Cebola, Alface, Cenoura e Couve Roxa, fizemos transplantações de plantas em vaso para vasos maiores e colocámos definitivamente um pessegueiro na terra numa cova bem cheia do composto bem curtido resultante da compostagem do output das nossas sanitas secas.

Estamos a preparar novas mudas para espalharmos pelo espaço e estamos felizmente a assistir cada vez mais, á germinação de espécies por auto-sementeira como Calêndulas, Borragem, Acelgas, Rúcula, Urtigas, Hortelã, Cidreira, etc…

Sempre que podemos, recolhemos no jardim, plantas específicas para alimentar a nossa galinha, que oferecemos juntamente com minhocas californianas do nosso vermicompostor. Esta nossa parceira por sua vez consome o que erradamente muita gente ainda entende como espécies invasoras ou pragas (plantas e animais) e transforma-as numa forma de alimento que pode ser utilizado para consumo interno ou como moeda de troca.

Está tudo a ficar verdinho e bem bonito com a camada vegetal regenerada, pelo que temos recolhido plantas medicinais excedentes para secar e até a nossa menina tem dado uma ajuda, a cortar erva príncipe, agora que já domina a utilização da tesoura! 😉

Por fim, queremos agradecer a quem tem investido em nós e agradecer o apoio dado das mais variadas formas. Com a vossa ajuda e pouco a pouco, este espaço que era um depósito de lixos há três anos, tem vindo gradualmente a tornar-se num pequeno paraíso. No processo temos ajudado quem nos procura e inspirado quem anseia por mudança. Obrigado a todos.