Produtos Ecológicos para um Natal Sustentável

Este mês, a maior parte do tempo de ocupação da oficina acabou mesmo por ser dedicado à preparação, finalização e expedição dos nossos maravilhosos produtos ecológicos. Estes são produtos que disponibilizamos em determinadas épocas do ano e que permitem, a quem acredita no nosso trabalho, ter a oportunidade de levar consigo um pouco do amor e carinho que colocamos em tudo o que fazemos. Este ano adicionámos aos fantásticos sabonetes, bálsamos e velas de cera de abelha, os chás agroecológicos, o elixir e em breve as t-shirts Permabio, impressas por amigos do projecto, com a técnica de serigrafia manual, tintas eco e solúveis em água, num fantástico tecido de algodão orgânico certificado, para que todos juntos, possamos contribuir para um mundo melhor e uma época natalícia sustentável.

Se quiseres saber mais sobre os nossos produtos e se pretendes investir no nosso projeto, segue a ligação: https://bit.ly/37yKaEv

Oficina de Trabalho – Reparações e Restauros

Educação Ambiental e Ecologia, não é apenas tratar de árvores, plantas e solo, produzir o seu próprio alimento, gerir os seus resíduos e construir a sua própria casa, mas também uma visão mais alargada e completa do consumo e descarte dos objectos que utilizamos no dia a dia e de como a tua acção, conhecimentos e skills podem melhorar essa experiência e como podes travar o consumo, dando uma 2ª, 3ª ou 4ª vida a muitos objectos. Falo de uma verdadeira reutilização e combate à obsolescência programada que nos é imposta, antes de irem definitivamente parar a um sótão, a um aterro ou algures por aí, como muitos de nós, infelizmente podemos constatar . Para este tipo de trabalho, a oficina de trabalho móvel, tem-se revelado uma grande mais valia para o projecto, especialmente este Outono chuvoso, pois além do armazenamento e organização que permite, está dividida em várias áreas de trabalho. Tornou-se essencial para o processo de fabrico dos produtos naturais que fazemos para nós e para os nossos apoiantes, mas dentro dela contamos também com zonas de restauro, manutenção e reparações electrónicas. Há ainda espaço dedicado a testes e produção fotográfica, video, desenho 3D e conteúdos digitais, os quais utilizamos no nosso projecto e muitas vezes como moeda de troca ou prestação de serviços a projectos parceiros. Este mês além de algumas recuperações retro, ajuda a portáteis e telemóveis de amigos ou familiares e de termos salvo alguns objectos do aterro, tratámos de melhorar as nossas competências a nível de dessoldagem e aproveitamento componentes, bem como nos desafiámos a calibrar um monitor profissional de forma a obtermos a melhor qualidade possível de imagem. Se têm material que já não precisam, que ainda está funcional, que pode até ser antigo mas funciona, não mandem fora ou para a reciclagem. Mostrem-nos o que têm para doar, pois certamente podemos ajudar a dar-lhes uma segunda vida! 😉

Série de Actualizações

Com tudo o que tem sido necessário fazer nas últimas semanas, foi complicado encontrar tempo para parar um pouco e colocar conteúdos aqui no blog. Temos comunicado mais pelas redes sociais, mas chegou a altura de actualizarmo-vos relativamente à evolução do espaço e actividades que realizámos durante o último mês. Para isso, vamos colocar ainda hoje, uma série de publicações distintas para não carregarmos tudo apenas num único post.

Não percas nada do que temos para te mostrar! Subscreve já! 😉

Composto de Humanure e o Nosso Trigo Barbela

Recentemente desmontámos um dos compostores itinerantes, que estava no fim do processo de maturação para termos disponível matéria para aplicar nos canteiros a serem refeitos em breve na horta de inverno. A natureza com a nossa ajuda e em apenas ano e meio, transforma cerca de 6 meses das nossas necessidades numa considerável quantidade de composto, que está agora preparado para incorporar os nossos canteiros de produção alimentar. Há mais 6 anos que temos este processo a funcionar perfeitamente e sem dúvida o destino final das necessidades humanas, não é na água, nos rios ou no mar, mas sim no solo. Aproveitando esta matéria, tratámos de preparar um novo canteiro onde semeámos trigo barbela já com o processo de germinação activo para mais facilmente enraizar. Foi semeado no referido composto de humanure húmido bem curtido e coberto com palha velha que veio também do compostor! Na próxima primavera esperamos colher o nosso primeiro trigo “morto-vivo” totalmente biológico. Esta á a nossa primeira experiência com um trigo quase extinto, que já se deixou de produzir várias vezes, daí se dizer que está morto ou está vivo (morto-vivo). É um cereal português muito antigo, não modificado, e com um nível muito baixo de gluten, que dá uma palha maior e melhor que o trigo convencional. Aparentemente ele não precisa de grandes cuidados e diz-se que é mto resistente a condições difíceis, daí tb ser o melhor trigo que podemos reproduzir e comer, pois está tb completamente adaptado ao nosso clima e solo e por conseguinte, a nós! Só se produz em muito pequena escala por muito poucos agricultores. Está morto na generalidade, pois pelo que há registo existe apenas um produtor no Ribatejo, outros em Trás-os-montes e um na Lourinhã. Mas na nossa zona e á nossa escala, esperamos que se mantenha bem vivo e que tenhamos sementes para disponibilizar aos nossos apoiantes no próximo ano!

Novos Itens Ecológicos Disponíveis

Há quase vinte dias que não conseguíamos parar para actualizar o blog. Têm sido tantas as coisas que temos tido para fazer, que temos utilizado maioritariamente as redes sociais para comunicar mais rapidamente o que andamos a tramar. Este mês estamos a preparar e a finalizar vários items ecológicos a pensar já na próxima época natalícia dos nossos apoiantes. Vamos ter sabonetes, bálsamos medicinais e velas como habitual, mas destacamos as recentemente disponíveis sementes de milho bio, para quem desejar manter estas variedades tradicionais vivas e ainda, uma novidade que só quem nos visitou, teve a oportunidade de experimentar. Refiro-me ao nosso elixir de Hortelã Pimenta, que estará pela primeira vez disponível para entrega em mão, aos nossos apoiantes mais próximos. É um verdadeiro néctar dos deuses, que neste caso, conta com uma base espirituosa e uma única planta medicinal, sem corantes, conservantes ou óleos essenciais adicionados. Ao ser ingerido acalma a alma e o espírito! Quanto ás propriedades da hortelã-pimenta, podemos destacar a diminuição de espasmos do estômago, a melhoria da circulação sanguínea, as propriedades antibacterianas e antivirais, digestivas, descongestionantes e anti-inflamatória. É também antioxidante, analgésica, tônica, desinfetante, anticonvulsiva, estimula a produção da bílis e é redutora da produção de gases! Estejam atentos á nossa página de facebook pois estamos já a anunciar a disponibilidade de alguns itens. Façam já as vossas reservas! Até já! 😉

Tudo e mais alguma coisa

Esta última semana foi de muito trabalho e de fazermos um pouco de tudo e mais alguma coisa, com a preparação de mudas, transplantações, propagações e recolha de sementes. Iniciámos algumas podas simples e voltámos novamente à produção dos nossos produtos de higiene e saúde ecológica. O excedente como é costume, estará disponível a tempo das vossas encomendas Natalícias caso desejem contribuir para a evolução do nosso projecto através desta troca. Criámos novos conjuntos de bálsamos vários e novos conjuntos de Sabonete de Alfazema, Sabonete de Tangerina/Canela. Ainda foi possível criar um conjunto de Sabonetes redondos simples de Azeite. Em breve, serão desenformados e entrarão no processo de cura! Criámos também novas macerações com as nossas medicinais colhidas aqui no espaço, para usarmos em futuros produtos!

Iniciámos também esta semana, a colheita de sementes de Girassol e de algumas massarocas com as “camisas” mais secas. Temos ainda muitas para colher, mas podemos já perceber pelos topos, que este ano houve algum stress na sua formação, mais certamente devido ao verão inconstante, húmido e nublado aqui em Peniche colmatado com alguns dias secos e quentes como o de hoje. De qualquer forma estão lindas, os grãos bem formados e após três gerações de produção de ambas as massarocas aqui no nosso espaço, temos agora, além do milho crioulo, o nosso próprio milho amarelo local (e híbrido natural), pois foi polinizado pelos tais milhos crioulos que temos vindo a reproduzir anualmente.

Reparações, Restauros, Investimento e Solidariedade Social

Aos poucos temos vindo a aumentar e a expandir as nossas competências, com vista à recuperação de equipamentos electrónicos que por vezes apenas precisam de algum amor e dedicação. Estamos inclusive a desenvolver em parceria com um amigo algumas peças 3d com filamento reciclado para substituição de peças originais em computadores clássicos. Alguns dos aparelhos que recuperamos são propriedade individual e nestes prestamos serviços de manutenção, mas outros foram mesmo abandonados no lixo, doados ao projecto ou trocados. Desta forma tentamos abranger mais um ramo do muito que há por fazer pelo bem do nosso planeta, contrariando a obsolescência programada de muitos equipamentos, limpando, cuidando, restaurando e valorizando os mesmos. Ao mesmo tempo, executamos estes trabalhos estendendo-lhes a vida, podendo nós próprios colocá-los a uso ou dar-lhes uma segunda vida na casa de algum apoiante, em troca de investimento no projecto. Já sabem se há por aí algum equipamento com potencial, não coloquem no lixo ou na “reciclagem”, pois infelizmente os mesmos irão mais tarde ou mais cedo acabar esventrados e seguramente parar ao aterro. Aqui, tratamos de colocá-los como novos e a bom uso. Se têm algo para doar de preferência em funcionamento, contactem-nos, pois poderemos ter interesse em alguns deles. Trocamos e doamos também alguns equipamentos a quem precisa, nomeadamente um projecto vizinho informal, de solidariedade social, que disponibiliza este e outros tipos de bens, em troca de bens alimentares e de higiene para famílias necessitadas da região. Esta é mais uma forma de cuidar do Planeta, cuidar das pessoas e partilhar os excedentes! 😉

Tiny House / Oficina de Trabalho Móvel

Hoje é dia de celebração! 😉 Ao fim de 7 anos de projecto, estamos finalmente, a transformar mais um sonho em realidade. Concluímos o nosso conceito original de Tiny House / Oficina de Trabalho Móvel. Estamos a poucos dias de ter finalmente um espaço de trabalho com uma área dedicada à arrumação e utilização de ferramentas, confecção e armazenamento de produtos ecológicos, reparações e restauros, desenho, planeamento e desenvolvimento de projectos, ou seja, um espaço de armazenamento e trabalho, onde poderemos desenvolver todas as nossas actividades ao longo do ano, resguardados dos elementos.

Entretanto, Já encontrámos alguns sistemas de madeira no lixo, que vamos poder reutilizar e aplicar no interior do conceito. Vamos aguardar tb por algumas doações ou trocas com apoiantes e parceiros, de mobiliário indesejado para que, em vez de ir parar a um aterro, lhe darmos uma segunda vida. Vamos precisar de estantes, bancada, bancos altos e secretária de madeira. Teremos de seleccionar os materiais, pois vamos ter de adequar o mobiliário aos nichos de trabalho que vamos criar no interior. Se têm algum equipamento em madeira como os que referimos, os quais não vos servem mais, poderemos ter interesse em reutilizá-lo! Contactem-nos! 😉

Hoje, finalizámos os pormenores das janelas de outlet e a fixação da porta em segunda mão. Retirámos todas as protecções dos PVC’s , limpámos os vidros e aspirou-se tudo. Também limpámos todo o interior com um pano húmido para retirar o infindável pó metálico que se agarrou ás paredes e tecto. Está pronto e quando voltarmos a falar dele, esperamos que já esteja no destino! 😉

Se reconheces valor no nosso trabalho, fica a saber como nos podes apoiar em: https://bit.ly/2HDZBkv

Já conheces os nossos produtos ecológicos? Fica a conhecê-los em: https://bit.ly/2pgxNZi

Queres visitar o nosso espaço e aprender mais? Reserva já a tua visita aqui: https://bit.ly/2FfHrBq

Nutrir para Colher e Evitar Desperdício.

As últimas duas semanas foram de loucos e não temos parado um segundo. Temos feito um pouco de tudo. Remoção/controle de canas e ervas; Limpeza de caminhos; Plantio, colheitas e transformação; Recuperações de mobiliário e equipamentos electrónicos. Aqui no projecto, o nosso solo está a regenerar-se a um bom ritmo, aguenta melhor a humidade e está mais rico e nutrido. Até o que colhemos, de ano para ano, está cada vez mais saboroso. Além do nosso trabalho no terreno, temos recuperado material electrónico funcional, que encontrámos literalmente no “lixo” e ainda mobiliário de madeira para lá caminhava se não nos tivesse sido doado.

Em relação à mesa de cabeceira, tratámos de limpá-la muito bem, por dentro e por fora. Retirámos as mossas e marcas de copos e ainda tinta que lhe tinha caído em cima. Por fim lixámos todas as peças e aplicámos protector de madeira. Ficou pronta e já está em funcionamento!

O computador que encontrámos estava funcional, foi só mesmo uma questão de limpar o interior, o exterior e o Sistema Operativo. Não coloquem este tipo de artigos funcionais no “lixo” ou na “reciclagem”. Há também ainda, outra espécie de “mamíferos invertebrados” que aceitam doações para partirem tudo, desmantelarem e venderem para o “ferro velho”, não se importando se os equipamentos estão funcionais ou se podem ter uma segunda vida ou não. Doem a quem precisa ou a quem pode colocar estes produtos a bom uso e com bons destinos. Não temos capacidade nem logística para recolher tudo o que nos oferecem, mas tentamos pelo menos contribuir para a resolução de uma parte do problema, canalizando recursos para onde faz sentido.

Um Janeiro mais Calmo

O mês que acabou de passar, foi mês de descanso e reflexão. Foi um mês para centrarmos as nossas energias no que pretendemos desenvolver e começar lentamente a preparar as actividades da próxima primavera. Foi também um mês com celebrações e que exigiu o retomar de alguns cuidados de saúde. Muitas vezes damos por nós a querer avançar com o que é preciso fazer para manter o projecto activo, mas o nosso próprio corpo e necessidade pessoal ficam para segundo plano. Estamos a tentar equilibrar as duas vertentes, pois sem nós activos e bem fisicamente e emocionalmente, não há projecto. Hoje no primeiro dia do mês de Fevereiro, demos início à criação de mais bálsamos medicinais, através dos quais, os nossos apoiantes poderão investir em nós e no desenvolvimento do projecto.

Podem saber mais sobre os nossos bálsamos clicando AQUI

Deixamo-vos de seguida algumas imagens que ilustram algumas das coisas que acabámos de referir.