Capoeira Amovível

Esta é a página dedicada ao nosso conceito amovível de Capoeira. Foi-nos oferecida parte uma bancada de armazenamento de pão com alguns anos que tem estado esquecida e armazenada numa velha garagem. No nosso pequeno armazenamento de restos de madeira, encontrámos os materiais que nos faltavam e assim de repente, o processo de construção da nossa nova capoeira amovível concretizou-se. Tem capacidade para três ou quatro galinhas, que é o suficiente para as nossas necessidades. Este conceito foi realizado em cerca de 90 a 95% com sobras de material, peças reutilizadas e até os parafusos são velhos e reutilizados.

Tem uma porta hobbit, com um aro exterior arredondado e sem quinas vivas para evitar a acumulação de humidade, duas dobradiças novas mas um sistema de fecho reutilizado, bem como, com um telheiro fantástico e bem comprido, para evitar que a chuva atinja a parede fontal e traseira de madeira. O telheiro traseiro é articulável e permitirá abrir o conceito para limpeza, manutenção e principalmente, retirar ovos. A portada traseira inferior foi construída de sobras de contraplacado tricapa e abre-se totalmente por meio de dobradiças para limpeza e remoção do tabuleiro ao nível da nossa cintura.

Adicionámos perfis personalizados de madeira tratada, para proteger os cantos e evitar infiltrações, que são os inimigos número um dos conceitos de madeira. Construimos uma prancha (sobra de forra reutilizada em madeira tratada) para acesso das galinhas e um poleiro interior, onde poderão dormir elevadas do chão. Cortámos, quinámos, limpámos arestas e arredondámos cantos duma chapa galvanizada de medidas standart e nova, para construirmos o nosso próprio tabuleiro de chapa galvanizada, que vai no fundo da capoeira, para tornar a manutenção mais célere, sem posições desnecessárias e em esforço físico. Com sobras de osb e sarrafos, construimos 3 ninhos geminados e removíveis para facilitar o processo de limpeza e manutenção.

Nas paredes exteriores, foi aplicado um óleo pigmentado para exteriores, que ajudou a uniformizar a cor, ao mesmo tempo que embebemos a madeira com esta solução, que a irá proteger ao longo do tempo. Esta capoeira ficará o mais off the grid possível, com um sistema de captura de água da chuva integrado, que irá dirigir a água para um depósito de água que estava sem utilização, mas que nos acompanha há anos. Aqui ficarão armazenadas umas belas dezenas de litros de água da chuva que darão de beber às galinhas.

Para vedar o espaço, fixámos manualmente (a maço), postes de madeira tratada de 1,80m, que enterrámos directamente no chão a cerca de 40cm a 50cm de profundidade , à volta dos quais aplicámos rede metálica de 120cm e um portão e fechadura personalizada. O espaço anexo à área vedada, foi revolvido a 15 cm de profundidade para remover pedras ou lixo, alisado e coberto com cartão e palha no canteiro a Sul junto à vedação e coberto com cartão e casca de pinheiro nos caminhos feitos entre canteiros. Os restantes caminhos de acesso às diferentes áreas, também foram revolvidos e cobertos utilizando o mesmo sistema.

Faltam apenas uns pormenores para estar tudo pronto para a chegada das galinhas numa das próximas semanas.

Deixar uma resposta