12v "Off the Grid" Retro Gaming

Nos últimos tempos tenho vindo a salvar as velhinhas e nostálgicas máquinas de videojogos da minha infância, nos míticos anos 80! 😉 Tenho procedido a limpezas, reparações e recentemente, criando engenhocas como a nova fonte de alimentação em caixa de madeira. Hoje foi o dia de proceder à limpeza interna e externa do velho companheiro de aventuras, Commodore Amiga 1200 que já conta com 24 anos. Foi todo aberto e limpo em profundidade, incluindo o teclado onde cada tecla foi cuidadosamente retirada, escovada e inserida. Felizmente o meu modelo nunca sofreu do comum problema de coloração amarelada com o tempo e neste momento parece mesmo um equipamento novo! 😉

Estes aparelhos vão ganhar uma segunda vida num projecto de jogos retro “off the grid” a 12v que estou a  criar e onde estas máquinas serão passíveis de serem utilizadas directamente a partir de energia fotovoltaica a 12v com consumo residual e directamente do painel fotovoltaico. Mais skills, mais conhecimentos e mais informação. Nunca é demais juntar o útil ao agradável! Isto também é permacultura!

Reutilização de Caixa de Madeira – PSU Retro

Durante a manhã de hoje andámos a tratar de encontrar peças para o nosso projecto secreto e logo depois do almoço tratámos de reutilizar uma caixa de madeira que antes de chegar até nós, teria servido para armazenar charutos. Reutilizámos a caixa como forma de criar uma “casa” onde veio morar a fonte de alimentação que transformámos há uns dias para alimentar uma das máquinas de jogos da nossa infância que recuperámos recentemente.

Todos os dias são dias de utilizar a criatividade, reutilizando materiais e salvando componentes electrónicos e madeiras que de outra forma iriam para o “lixo”!

Restauro Retro – Spectrum e Amiga

Depois das duas recuperações realizadas nos últimos tempos, chegou a altura de montar os sistemas e testar as máquinas 😉 Desde a minha infância, O ZXSpectrum 48k comigo há 30anos e o Commodore Amiga 1200 há 24 anos, estão de novo a bombar e em pleno funcionamento, muito longe de um aterro ou ponto de recolha de electrodomésticos avariados e a fugir de ano para ano à obsolescência programada! Já não se fazem máquinas como estas! 😉