Captura de Água da Chuva e Fertilização Natural

Durante a última noite choveu imenso, permitindo capturar no nosso pequeno sistema, cerca de 200l de água. Este bem precioso, está agora disponível para lavagem de ferramentas, rega ou ainda para diluir a urina que recolhemos e aplicamos no terreno. A urina é um excelente fertilizante dando um “boost” excelente no desenvolvimento das plantas e do solo! Ainda durante a manhã fizemos a distribuição dos referidos nutrientes pelo nosso espaço! 😉

Espaço em Evolução, Chuveiro Exterior e Captura de Água da Chuva

Na preparação para a chegada do inverno e com as chuvas da semana passada está tudo e ficar verdinho de novo e bem encaminhado para a evolução da cobertura vegetal que irá permitir a infiltração da água mantendo a estrutura do solo e a protecção dos nutrientes disponíveis. No chuveiro exterior, nota-se muito bem a evolução das mudas de chá príncipe e citronella quem recebem água em grande quantidade! O telheiro exterior está pronto para receber e colectar o máximo de água da chuva que conseguirmos! 😉

Vento Forte, Chuva e Sistema Fotovoltaico

Depois de um susto grande no último dia 17 de Outubro, os nossos elementos permaculturais e abrigo móvel resistiram com grande eficácia aos ventos e 127km/h que se fizeram sentir na nossa zona. No dia seguinte chegou a altura de testar o solo, a sua drenagem e o sistema de captura de água da chuva. Depois da rápida chuvada do dia 18 de Outubro, tudo se manteve seco no interior dos conceitos, a água drena pelo terreno de forma natural e a dorna conseguiu capturar e armazenar em três horas cerca de 500l de água da chuva. O novo telheiro para materiais e lenha também se manteve intacto e o seu conteúdo seco e protegido das intempéries.

Já no rescaldo da situação e durante o dia de ontem, migrámos finalmente o painel solar fotovoltaico para o sistema que concebemos e montámos com o nosso amigo João. Neste momento temos o painel a produzir o seu máximo, e já no seu local definitivo. Este sistema permite duas posições, uma para inverno com uma inclinação de 70º e uma de verão com inclinação de 30º, como forma de optimizarmos a captura de energia do sol.

Também procedemos à instalação definitiva dos cabos pelo interior da parede do wc atrelado, estando neste momento todo o sistema de produção de água quente e energia eléctrica concentrado num mesmo conceito sobre rodas, ou seja completamente independente e móvel. Até à chegada do inverno falta-nos proceder à finalização do sistema de duche no interior.

O terreno está neste momento a ficar coberto pelas espécies que estão a germinar naturalmente juntamente com algumas reparadoras de solo que introduzimos sob a forma de semente.