Melhorando e Actualizando os Espaços

Aos poucos e através dos investimentos que vão sendo feitos no nosso projecto, vamos melhorando e actualizando os espaços para que um dia os mesmos estejam organizados e a funcionar de acordo com a nossa visão. Recentemente adicionámos um sistema de iluminação extra no telheiro/cozinha exterior, mesmo por cima do fogão melhorando a visibilidade e a funcionalidade do espaço. Adicionámos ainda um mini deck/escada através da reutilização de duas paletes no abrigo hobbit, permitindo criar um degrau de fácil acesso aos mais pequenotes e onde nos podemos sentar a apreciar um belo café ou chá contemplando o nosso belo jardim. Com este desnível, podemos facilmente calçar e descalçar  os sapatos antes de sair ou entrar no abrigo reduzindo o número de “manobras” para os visitantes  seniores ou com algumas limitações físicas. Assim que possível vamos tentar preencher os espaços em aberto de cada palete para melhorar a estrutura, tornado-a mais sólida e compacta.

Conclusão da Forra do Telheiro da Cozinha Exterior.

Felizmente e praticamente depois de um ano de termos concebido e iniciado a montagem do telheiro da cozinha exterior, chegou a altura de conseguirmos finalizá-lo a tempo da chegada do inverno de 2016/2017. Este conceito conta com vários sistemas de persiana que sobem, descem e fixam. Todas as paredes têm partes articuladas que permitem abrir portas, paredes ou secções de parede, seja para arrefecimento passivo ou para entrada luz. Por outro lado é possível colapsar todos os sistemas de persiana e protegermos o conteúdo durante períodos de chuva e frio, tornando o espaço mais protegido dos elementos e permitindo a sua plena utilização durante o inverno. Graças ao nosso amigo João  conseguiu-se encontrar a cor de tela igual, tratando de fazer a encomenda de corte e costura onde o mesmo adicionou as ripas de madeira da estrutura da peça da porta. Ontem veio até cá fazer a instalação destas novas peças e ainda nos ajudou em retoques de silicone na juntas de madeira do WC Atrelado! Obrigado amigo! 😉

 

Mala Térmica, Plantas, Pão Chapati e Cozinha Exterior

Nos últimos quatro dias e depois do workshop personalizado em família, temos estado ocupados com diferentes tarefas, desde a desmoldagem / cura de sabonetes, à limpeza e recuperações de objectos, petiscos gastronómicos e também à remoção de bacelos velhos do solo.

O nosso amigo Melo sabendo que o nosso sistema eléctrico funciona a 12v, ofereceu-nos uma antiga mala térmica que pode ser alimentada tanto a 220 como a 12 volts. Tratámos de a recuperar, limpando e testando o aparelho, que embora aparentemente em bom funcionamento e a consumir apenas 30w, não estamos a conseguir gerar frio. Temos de continuar os testes e verificar se todos os componentes estão a 100%.

A nossa amiga Ana ofereceu-nos mais umas espécies para adicionarmos ao nosso espaço. Funcho, Salva, Rosmaninho, Alfazema, Alecrim, uma espécie de Sardinheira com flor comestível, Artemisia e Miopóros para vedação viva de crescimento rápido e quebra vento. Ainda hoje ou amanhã vamos continuar com as plantações. A cada dia que passa este Jardim / Horta/ Bosque comestível está mais completo e com mais espécies, todas elas a evoluir e a desenvolverem-se a olhos vistos! 😉

No campo gastronómico, tivemos a oportunidade de fazer pães indianos chapati, com farinha bio e sem fermento, Ficaram uma maravilha! 😉

Durante a manhã de hoje andámos em limpezas e a libertar espaço para inaugurar a utilização de verão do nosso telheiro / cozinha exterior com todos os seus espaços de circulação desimpedidos e em funcionamento. Durante parte da tarde de hoje andámos de volta de velhos bacelos que estavam a impedir a circulação pelo espaço e também a limitar o acesso aos muros e à tubagem de distribuição de água, na zona da futura horta e capoeira.

 

Cozinha Exterior / Espaço Interior

Building
portugal-flag-icon
Como parte do plano estipulado anteriormente, optámos por iniciar a mudança do nosso espaço de cozinha para o exterior do yurt, pois com o inverno a chegar e a nossa menina a crescer, precisaremos de mais espaço no interior do mesmo. Estamos ainda a analisar a instalação do nosso lavatório no exterior pois temos de nos assegurar que a saída de águas cinza tem queda suficiente para as mesmas poderem ser conduzidas para o círculo de bananeiras. Entretanto o espaço exterior está a ficar mais composto e no interior a ficar mais livre! No interior apenas manteremos o nosso sistema vertical de talheres e a nossa antiga mesa de refeição, juntamente com o forno e fogão da salamandra que permitirão cozinhar e fazer produtos ecológicos durante todo o inverno. Os dias de mais frio e chuva serão passados maioritariamente no interior do nosso abrigo móvel, com a salamandra a ditar o clima! 😉