Canteiros Outono/Inverno e Reparar, reparar, reparar!

Nos últimos tempos, temos trabalhado e brincado na rua, onde entre cuidar do espaço, fazer pinturas ou desenhos, preparámos novas mudas para introduzir nos canteiros alimentares de outono/inverno, que acabámos de fertilizar e cobrir. Fizemos também algumas transplantações de plantas para novos vasos com mais espaço e nutrientes, para introduzirmos no espaço, assim que regressarem as primeiras chuvas. Ao mesmo tempo, tive necessidade de pessoalmente, dedicar-me a alguns projectos pendentes, relacionados com o restauro e reparação de diferentes aparelhos que recolhemos, que nos foram oferecidos ou para os quais foram requisitados os nossos serviços de restauro. Acreditamos que mais importante que reciclar, é reparar e dar nova vida ao que está estragado ou degradado. A cultura do usa e deita fora, tem os dias contados há muito tempo!

Esta semana além do trabalho do “salvamento” do macbook da nossa amiga Wendy, continuamos a desmontar e a testar, baterias velhas de portáteis para o novo projecto de energia. Reparámos ainda um candeeiro que estava completamente inutilizado com os plásticos internos de apoio e fixação todos partidos, limpámos e restaurámos duas consolas de videojogos, uma fonte de alimentação com 26 anos e um carregador de portátil a 12v. Aos poucos, vamos adicionando novas skills e competências ao nosso cardápio, pois acreditamos que cada vez será mais importante reparar para continuar a utilizar. Esta visão e conceitos são transversais a todo o nosso projecto e totalmente de acordo com um estilo de vida ecológico, onde se valorizam os escassos recursos.

Gostaste da dica? Não percas nada do que temos para te ensinar! Subscreve já! 😉

Loading

Reutilização de Caixa de Madeira – PSU Retro

Durante a manhã de hoje andámos a tratar de encontrar peças para o nosso projecto secreto e logo depois do almoço tratámos de reutilizar uma caixa de madeira que antes de chegar até nós, teria servido para armazenar charutos. Reutilizámos a caixa como forma de criar uma “casa” onde veio morar a fonte de alimentação que transformámos há uns dias para alimentar uma das máquinas de jogos da nossa infância que recuperámos recentemente.

Todos os dias são dias de utilizar a criatividade, reutilizando materiais e salvando componentes electrónicos e madeiras que de outra forma iriam para o “lixo”!

Restauro Retro – Fonte de Alimentação Commodore Amiga 1200

Durante a manhã de hoje estivemos a criar uma forma de devolver vida a um velhinho mas muito bem estimado, commodore amiga 1200 dos anos 90. Utilizando uma velhinha fonte de 120w que iria para a reciclagem e que o nosso amigo Melo nos facultou, arranjámos forma de alimentar um dos nossos velhinhos computadores retro, visto que a fonte de alimentação original tinha deixado de funcionar. Sendo assim para não modificarmos ou danificarmos a fonte que estamos a utilizar, optámos por converter um adaptador de 20 para 24 pinos ATX, permitindo utilizar uma comum fonte de PC para alimentar esta máquina com praticamente 25 anos. E cá está, seja por necessidade de mais potência ou por futura avaria, o sistema criado permitirá facilmente trocar a fonte de alimentação aumentando a longevidade da utilização do aparelho! Já são menos dois aparelhos no electrão / aterro sanitário / expedição para países sub-desenvolvidos! 😉

P.S. – Fica apenas a faltar a adaptação de uma caixa que irá albergar os componentes ficando os mesmos com um aspecto visual mais interessante! 😉

Último desafio informático

Durante a última semana, temos investido bastante tempo na tentativa de trazer do mundo dos mortos duas máquinas vintage da Apple. Este é um novo desafio, uma oportunidade de aprendizagem e capacitação a nível pessoal, uma adição de novas competências ao leque de ferramentas, um manifesto à obsolescência programada e uma recusa por enviar para um aterro máquinas que ainda poderão voltar a funcionar.

Ambos os Powermac’s estão mortos e apresentam várias anomalias e falha de componentes, inclusive as fontes de alimentação foram desta para melhor. Aos poucos têm vindo a ser isolados todos os problemas e encontradas soluções reutilizando materiais antigos que nos foram cedidos ou que estavam esquecidos na casa dos pais.

Mais uma vez o nosso amigo Melo tem sido impecável ao disponibilizar componentes obsoletos, mas que estão a ser bastante úteis neste processo.

Já se testaram, e estamos no processo de adicionar ou modificar as placas gráficas, as memórias e os discos. Os sistemas operativos já estão actualizados, mas sem fonte de alimentação as máquinas não trabalham, pelo que é imperativo resolver a situação. Como a hipótese de encontrar fontes originais, em segunda mão e a funcionar na perfeição são quase impossíveis, decidimos pôr mão na massa e converter os cabos das fontes originais para poderem funcionar em fontes ATX mais recentes.

Hoje foi dia de organizar, cortar, descarnar, ligar, soldar e proteger os inúmeros cabos codificados por cores dependendo das diferentes voltagens. Este processo ainda não está terminado pois todos os cabos têm posições trocadas e é uma tarefa para ser realizada com calma e atenção redobrada.

Esperamos conseguir devolver vida a estes dois bichos. um Powermac G4 Gigabit Ethernet Duplo processador 500Mhz de 2000 e um Powermac G4 Mirror Drive Door Duplo processador a 1000Mhz de 2002.