Conter Estragos dos Últimos Dois Dias

Durante os dois últimos dias as condições meteorológicas têm vindo a agravar-se e este ano fomos mais uma vez  fustigados pela chuva, pelo frio e pelo vento de Sudoeste e Norte! Parece que ao final do dia de hoje tudo irá melhorar, mas desde esta manhã que temos andado na rua a conter os estragos. Não houve nada de grave mas apenas situações chatas. O Portão de acesso a veículos cedeu e a barra de aço que ajudava a mantê-lo fechado dobrou como se vê na imagens. O Physalis foi bastante afectado ficando a planta quase toda destruída, as bananeiras ficaram um pouco “despenteadas” tal como muitas outras plantas pelo espaço. Vários elementos foram projectados pelo vento, os quais tivemos  de voltar a recolher. O nosso toldo provisório teve de ser libertado num dos pontos de fixação pois a força à qual estava a ser sujeito poderia ter comprometido a estrutura do telheiro / cozinha exterior durante a noite de ontem. Acabámos por recolhê-lo hoje depois do almoço, para não se danificar ainda mais. A precipitação e o frio trouxeram o granizo bem forte durante toda a noite e manhã, ficando este acumulado em algumas partes do telhado do yurt que tivemos de limpar. O vento de Norte, ajudou à festa e trouxe também o granizo para dentro da cozinha exterior. De manhã havia granizo por todo o lado, inclusive na consola de cozinha, mesa, chão e fogão. A dorna de 1000l está quase cheia pela terceira vez este ano e apenas tivemos algumas gotinhas a entrar pela cúpula do yurt e pela janela do abrigo hobbit, pois estavam mesmo a ser empurradas pelo vento que estava a “soprar” fortíssimo. As WC’s exteriores não tiveram qualquer infiltração felizmente. Do mal o melhor! É questão de continuarmos atentos, mas foram dois dias perdidos de volta disto.

Captura de Água da Chuva e Pequenas Infiltrações

Durante este fim de semana fomos fustigados com uma valente carga de água. Choveu imenso por aqui e ainda por cima a precipitação veio puxada a vento vindo do mar. Não houve grande hipótese para conter a natureza no nosso wc móvel, pois a chuva foi lentamente infiltrando entre a madeira da forra e a janela, provocando o aparecimento de algum escorrimento e gotas de água no interior. Felizmente conseguimos controlar a situação e verificar onde deveremos atacar esta semana reforçando os silicones na junções de maneira para minimizar estragos no futuro. Estes trabalhos de manutenção são necessários e tal como cobrir as superfícies com protector de madeira é essencial fortalecer os pontos onde as madeiras se encontram. Para terem a noção em 9 metros quadrados de superfície de telheiro capturámos na nossa dorna cerca de 800 litros entre Sábado e Domingo. A Dorna encheu completamente com a captura deste precioso mas também destrutivo bem! 😉 Logo de seguida acendemos a bailarina a lenha no interior do wc para os banhos, o que ajudou a libertar a restante humidade que possa ter ficado na madeira.