Investimentos, Reparações e Arrumação

Durante esta semana, adicionámos alguns elementos ao espaço interior do Yurt. Um sofá em segunda mão e uma cama nova de baixo custo, para substituir a nossa velhinha cama com 25 anos. Resumindo, foram feitos alguns investimentos para podermos usufrir dum inverno mais confortável. Ainda demos uma volta ao que andava perdido na casa dos pais de onde trouxemos uma coberta para o sofá (que não é das mais bonitas, mas que serve o propósito) que estava armazenada há anos sem utilização e as nossas almofadas de algodão natural com fronha de flanela reutilizada e enchimento de lã de ovelha reutilizada.

Na casa de banho móvel, adicionámos uma prateleira de tricapa para substituir as tábuas de palete temporárias que estavam anteriormente no seu lugar, garantindo uma maior estabilidade e suporte no sistema de arrumação de roupa.

Ainda durante esta semana procedemos à manutenção, recuperação de dados e activação de serviços de backup num iphone que se encontrava com problemas de bateria e que praticamente desligava-se automaticamente a cada minuto.

Procedemos ainda à limpeza interna e externa do PC que recuperámos e no qual instalámos o LUBUNTU Linux e tudo isto sob o olhar atento da técnica de serviço que aparece na fotografia! 😉

Obsolescência Programada

Como forma de combate à obsolescência programada, aproveitamento de recursos, novas hipóteses de trocas ou simples renovação de peças de tecnologia consideradas lentas ou obsoletas, durante o último dia e meio estivemos a recuperar uma máquina que nos deram e que sofria de um grande mal. Tinha instalado um Sistema Operativo da “MICROSOFRE”!

Na mão do seu último dono, já não servia o seu propósito e apresentava bastante lentidão. Fizemos então o favor de lhe fazer um transplante para uma alternativa de Sistema Operativo decente, fechando-a de vez ao mundo das “JANELAS” e ao velho archienemigo “Bill Gaitas”! Optámos pelo Lubuntu 14.04 que deu uma nova vida à máquina, ficando a mesma operacional e preparada para uma rápida e perfeita utilização na óptica do utilizador. Foram necessários alguns conhecimentos avançados pois a antiga placa gráfica SIS não tem suporte em linux não ultrapassando os 640×480 de resolução. Com uns pózinhos do Génio da Maçã e uns truques no OS, suporta agora a sua resolução nativa e está a bombar com o seu Processador 1,5Ghz Core2Duo, 3Gb de Ram e 120Gb de disco! 😉