Contemplação

Ao mesmo tempo que desenvolvemos as nossas investigações e experimentações, existem sempre alguns momentos de contemplação que nos inspiram e nos mostram que estamos no caminho certo. A observação da actividade dos animais que vamos encontrando e que trabalham connosco diariamente, o cheiro da terra molhada, ou o cheiro do orvalho pela manhã. A chuva de borrifo a arrefecer o calor de um trabalho mais intenso, a luz do sol a bater nas costas num dia frio de inverno. Os raios do sol cruzando os ramos nús da Figueira, aquecendo o abrigo hobbit no final de um dia de inverno ou os mesmos raios a incidir no solo criando sombras e reflexos que passam entre objectos. Pequeno momentos que nos fazem sentir vivos e em sintonia com o que nos rodeia. Estas são algumas dessas imagens que registámos! 😉

Leave a Reply