Soberania Alimentar

Nos tempos que se aproximam, esta é uma das melhores formas de investimento. Por aqui vamos reservando, conservando e acondicionando tb alguns alimentos que não conseguimos produzir. A inflação aqui não pega e calorias vão valer bem mais que dinheiro num futuro não muito distante! Calorias serão utilizadas inclusive como moeda de troca, entre dissidentes inconformados com as agendas que estão a ser implementadas, enquanto uma maioria anda distraída. O que fizeste hoje para garantir a tua soberania alimentar?

Comidinha da Boa e Manutenção

Com o tempo maravilhoso que se faz sentir, esta manhã foi passada toda na horta a controlar os ramos excessivos de algumas árvores, mais e mais transplantações, cobertura com palha em locais estratégicos, limpar e preparar covetes para novas germinações e claro apanhar comidinha da boa para nutrirmos os nossos corpos e para armazenarmos o excedente. Também as calêndulas estão por todo lado e são agora colhidas para iniciarem o processo de secagem para posteriormente lhes extraírmos as propriedades medicinais e incorporarmos nos maravilhosos produtos que disponibilizamos aos nossos apoiantes.

Início de Maio

No dia do trabalhador foi dia de continuar os trabalhos de transplantação na horta, peneirar composto, fazer podas e limpar os filtros da água! 😉  Seguiram-se os novos canteiros de pneus, mais podas, colheita e plantio.

Monda, Transplantações e Plantio

Que dia fantástico de primavera! Hoje foi dia de monda, de peneirar composto de humanure para transplantar tomates e abóboras e ainda de salvar várias árvores que estavam envasadas e cobertas por uma selva de capuchinhas! E no dia que dizem ser da liberdade, nada melhor que transplantar árvores, proteger e fertilizar outras e continuar a investir no que realmente nos trará liberdade duradoura e a longo prazo para nós e para os nossos filhos! 😉

Tira e mete

É a altura do tira e mete! retirar ervas indesejadas, tirar comidinha da boa e voltar logo a fertilizar e a plantar mais… vai, vai, vai! Transplantámos mais dois abacateiros nascidos da mesma semente!!! Temos várias árvores já em espera para irem para as covas definitivas. Todos os dias é dia de meter mãos na massa! 😉

Espaço a meio de Abril

Esta semana metemos mão na massa com a roçadora para dar uma penteadela e tornar mais confortável as deslocações no espaço. A nova área para animais ainda precisa de instalações que ainda temos de criar para novos habitantes, mas está tudo lindo, verde e cada vez mais completo. Descobrimos um novo marmeleiro espontâneo no lago. Há sabugueiros, figueiras, loureiros e uma romãnzeira a crescerem exponencialmente. Nespereiras, Pereiras, Ameixeiras, Figueiras e marmeleiros em flor ou já com fruto… LINDO!!! Cada dia mais apaixonados pela diversidade e pela floresta alimentar que estamos a ajudar a construir! Este é o aspecto do espaço quase a metade do mês de abril!

Início de Abril

Os tabuleiros de germinação estão bem encaminhados! Os sabugueiros estão maravilhosos, em flor e já com ninhos dos animais que procuram o nosso espaço para se reproduzirem! É altura também, de manutenção e limpeza nos sistemas de captura, armazenamento e distribuição de água. Iniciámos ainda a preparação de novos canteiros com pneus reutilizados, para a cultura de tupinambo / girassol batateiro! Ao mesmo tempo investimos no armazenamento e acondicionamento correcto de alimentos para os próximos meses e anos, o que consideramos ser essencial. O que aí vem não vai perdoar ninguém enquanto o colectivo não despertar para o que realmente se passa. Toca a plantar e a conservar! 😉

Primeira Semana de Março

Ainda bem que a chuva começou a cair, mas todos os intervalos temporais sem chuva e vento é para aproveitar e meter mãos na massa a mondar, colher alimento, peneirar composto de humanure e a encher covetes de germinação com as próximas produções! A nossa menina já ajuda muito e cada vez sabe mais, sobre como produzir o seu próprio alimento! 😉

Composto e Comidinha

Mais um ano a fechar ciclos! A natureza é mágica, pois algo que outrora saíu dos nossos corpos, depois de passar pelo processo de compostagem, vai agora incorporar os canteiros de produção alimentar que irão produzir o que vamos comer nos próximos meses. Comidinha da boa está a formar-se para alimentar corpo e espírito. Em breve começamos a germinar as culturas de primavera/verão e esperamos continuar a melhorar não apenas o solo como a qualidade do que colhemos de ano para ano. Está tudo lindo e cheio de comida. Este ano vamos experimentar produzir verticalmente batata em contentores de 55l e esperamos conseguir expandir os canteiros de produção alimentar para a área frontal do terreno.