Chove lá fora

Há uns dias, com toda a maravilhosa chuva lá fora a regar o nosso jardim comestível, a pequenada andava de volta das suas actividades de estudo enquanto eu adicionava os elementos finais ao sistema fotovoltaico para podermos alimentar directamente aparelhos a 12v e a 5v. Os 220v ficam reservados para o restante material, aumentando desta forma a eficiência do sistema e eliminando gastos supérfluos na conversão energética.

Há 10 anos

E precisamente há 10 anos atrás, tudo o que vivo hoje não existia. Tudo não passava de sonhos, desejos e intenções, mas todos os passos que dei para aqui chegar, ainda tinham de ser dados. Faz por estes dias, 10 anos que este lindo projecto teve o seu início prático, com o desenho, planeamento, pesquisa de soluções, com vista à implementação, três meses depois (na altura em Mafra) do meu “abrigo das estrelas”. Aqui, ainda sozinho, fiz o que foi necessário para arrancar. Não existia um casal, não existia uma família. Hoje, sou extremamente grato por tudo o que aconteceu nos últimos e melhores 10 anos da minha vida. Sou grato pela minha força e dedicação ao nosso projecto, à minha parceira, aos nossos meninos e à pouca mas boa familia e amigos que nos apoiaram quando precisámos. Até já! 😉

Trabalho Comunitário e Energia Fotovoltaica

E ontem foi dia de trabalho comunitário na casa de vizinhos, mesmo debaixo de chuva! Criámos uma instalação de sistemas de recolha de água da chuva independentes e modulares que a qualquer altura podem ser expandidos. Em breve ficarão com capacidade disponível e pontos de distribuição de água da chuva para várias utilizações, incluindo rega por gravidade. Faltam alguns pormenores que amanhã deverão ficar concluídos. Entretanto hoje já tratámos da conexão definitiva dos novos paineis fotovoltaicos ao dijuntor DC, da colocação dos mesmos no ângulo de Outono/Inverno e da optimização do cable managment no telhado. Todos os dias são utilizados para a nossa resiliência e redução da dependência do que não controlamos! 😉

Novo Sistema Fotovoltaico Descentralizado

E hoje foi mais um dia de muito trabalho, desde a ida cedo ao estaleiro para cortar as peças à medida com a serra sabre portátil e apoiado no carro, ao design, adaptação e montagem de peças criadas por medida para estes paineis e telhado! Depois de toda a estrutura construída, foi levar para cima do telhado e montar. Cabos conectados e furada a entrada na oficina a 30 graus de inclinação para evitar a entrada de alguma gota mesmo puxada a vento. Falta apenas dar um toque de silicone na parede, dois busbars no quadro e um dijuntores térmicos na bateria para termos o sistema em pleno funcionamento! Está quase!

Energia Fotovoltaica

Hoje demos mais um passo para a nossa auto-suficiência energética descentralizada e independente mesmo dentro do ecossistema offgrid. Como sempre, o segredo não é apostar num sistema “ultra master top” centralizado, mas em pequenos sistemas descentralizados, independentes e adequados ás tarefas necessárias a determinado espaço. Como sempre, vamos guardando os componentes aos quais vamos fazendo upgrade e pouco a pouco acabamos por reunir material para criar novos sistemas, sendo apenas necessário adquirir parte dos componentes. Estamos ainda a aguardar algumas peças mais simples, como barras de distribuição, porta fusíveis, passa cabos. etc…. Na parte de construção, nos próximos dias iremos criar um sistema de apoio em madeira para recriar o mesmo sistema articulável que inventámos para instalar os painéis do sistema original, mas desta vez para aplicarmos no telhado da oficina móvel. Na caixa de energia 12v e 5v que criámos com uma caixa de madeira reutilizada, ainda adicionámos um mini switch oferecido pelo nosso amigo M. para distribuirmos rede pelas estações do “Génio da Maçã”, para cada vez mais nos livrarmos das redes sem fios e da sua radiação!

Processo Cíclico Anual

Agosto é o mês em que temos de investir tempo para concluir este processo cíclico de amor e dedicação, que se inicia todos os anos por esta altura, com a recolha e secagem de plantas que irão compor as macerações que utilizaremos nos produtos do próximo ano. Cada produto é o resultado de quase um ano de trabalho e espera. Os sabonetes redondos depois de cortados iniciam agora o processo de cura de seis semanas! Entretanto novos sabonetes coração de Alfazema dentro de dois dias iniciam tb o processo para responder ás necessidades dos apoiantes do nosso projecto de ecologia. Ainda criámos de raiz novos e maravilhosos bálsamos de calêndula e também de eucalipto! Hummm… que cheirinho!!!

Resiliência e Soluções

E hoje foi dia de ir para o telhado limpar os painéis fotovoltaicos e ainda ir buscar e integrar três novinhas habitantes, na mais recente área dedicada aos animais. Por aqui, as actividades não param e todos os dias são aproveitados ao máximo para investirmos na nossa resiliência, ao mesmo tempo que vamos inspirando quem nos segue, a encontrar as soluções que funcionem para si neste processo de “revolução disfarçada de jardinagem”! 😉

Items Ecológicos e Apoios ao Projecto

Apoio especial e coisinhas boas que vão agora para uma amiga que irá realizar em breve um baptizado! Obrigado por te teres lembrado do nosso humilde projecto e pelo apoio que acabaste de dar ao mesmo! Até já! 😉

Tarefas Diárias

Os nossos meninos têm vindo gradualmente a assumir responsabilidades nas tarefas diárias que são necessárias realizar. Hoje deram a comida, mudaram a água nos dois espaços dedicados aos animais e limparam as duas capoeiras. Ainda deram uma espreitadela nas abelhas para ver se estava tudo bem com as nossas inquilinas! Muito bem! 😉

Bálsamos Medicinais

E hoje foi dia de começar a preparar os fresquinhos e maravilhosos bálsamos medicinais para os apoiantes do nosso projecto de ecologia. Macerações que literalmente extraem com o tempo, as propriedades das plantas que nós próprios produzimos e encapsulamos em azeite e cera de abelha natural. Tudo o que fazemos, fazemos com muita força, muita vontade, criatividade e imaginação que vão ajudando a fazer o possível, mas esta é uma das formas de nos ajudarem a evoluir para investirmos directamente no espaço, em ferramentas e especialmente em materiais e matérias primas, pois nada disto se cria e mantém sozinho, ao contrário do que se vende em muitos cursos de permacultura e afins. Em breve estarão disponíveis para encomenda. Quem de lembra da história da formiga e da cigarra? Ora, pois bem! Até já, que enquanto for verão há muito que fazer. 😉

Upgrade no Sistema de Armazenamento de Conservas

Ontem entre muitas coisas que fizemos, foi dia de upgrade no sistema de armazenamento de conservas. Em familia e com os meninos a ajudar, adicionámos mais altura ao conceito e mais prateleiras para estabilizar e guardar a nossa produção que nos irá alimentar durante os próximos meses, quando a época produtiva destes alimentos estiver em pausa. Contamos ainda com altura suficiente para adicionar em breve mais prateleiras para expandir a capacidade de armazenamento.
Fica aqui o antes e o depois.

Produção Alimentar e Conservas

Muito trabalhinho mas tanta coisinha boa! 🤩Estamos a dar forte na preservação do que estamos a conseguir produzir. O método está lá e de ano para ano a melhorar e a afinar pormenores. Quando formos grandes queremos mesmo é ter muitas e muitas prateleiras cheias! 🥰

Manutenção no Abrigo Hobbit

E esta semana já tratámos finalmente de fazer a manutenção anual no telhado do abrigo hobbit. Antes do inverno falta apenas escovar as paredes e dar uma demão de protector de madeira aquoso e incolor para garantir que estes conceitos se aguentam por muitos anos! 😉

Nova Capoeira e Espaço dos Animais

Mais uma vez, apenas com material reutilizado e sobras, construímos de raiz uma segunda capoeira para o novo espaço dedicado aos animais. Desmontámos a velha escalada que já não estava a uso e adaptámos os cortes ao tamanho do resto de cobertura de painel sandwich que um amigo nosso nos tinha trazido já o ano passado. Ela toda abre para ser limpa, ou seja o painel frontal, o telhado e ainda a gaveta de chapa no fundo do galinheiro. Tem aberturas de respiração e pensadas de forma bioclimática com entradas de ar fresco por baixo nas laterais e saída do ar quente por respiradores no topo. Resultou muito bem e já lá colocámos duas nas nossas meninas. As outras duas ficam no espaço original e assim podemos aumentar a nossa capacidade de gerar alimento sob a forma de ovos, controlo de pragas e ainda produção de composto, assim que adicionarmos mais elementos ao espaço.